URI Erechim

Notícias Gerais

Erechim irá sediar a I Jornada Médica Internacional | | URI Câmpus de Erechim

Erechim irá sediar a I Jornada Médica Internacional

29/11/2023 - 823 exibições
   

Com a realização da I Jornada Médica Internacional Leonardo Cohen, a cidade de Erechim será o centro do debate e da reflexão de novos caminhos da medicina privada e pública do Brasil, no dia 14 de março de 2024, no Centro Cultural 25 de Julho. 

A iniciativa está sendo promovida em memória do pioneiro Hospital Israelita Leonardo Cohen, de Quatro Irmãos e propõe uma imersão sobre a convergência de revolucionárias novas tecnologias, com a indispensável atenção ao paciente e diagnóstico clínico, de uma visão sobre o cenário de doenças raras, ao lado de maior profissionalização e modernização da gestão dos hospitais e unidades públicas de saúde.

A Jornada será palco para palestrantes brasileiros em atuação nos Estados Unidos, em Israel, em São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul, em uma troca de experiências e visões, em sintonia com o conhecimento de saúde atual, cada vez mais global e local. O evento irá proporcionar palestras e debates sobre mudanças e avanços no setor da medicina e da saúde pública. Serão tratados assuntos como cirurgia robótica, gestão de hospitais públicos, cardiologia do esporte, transplante de pulmão, novos desafios de vacinação, toxoplasmose, medtechs israelenses, entre outros temas.

Estarão presentes palestrantes de grande expressão como o Presidente da Fiocruz, Mário Moreira, um dos pioneiros de transplante de pulmão do mundo; o médico Milton Saute, do Sheba Center Hospital, de Israel, um dos pioneiros da cirurgia robótica na urologia; André Berger, que atua nos Estados Unidos e no Brasil; Salmo Raskin, um dos maiores geneticistas do país; a Secretária Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, Arita Bergmann; o Vice-Presidente de Inovação do Hospital Israelita Albert Einstein, Fernando Bacal, entre outros.

A I Jornada Médica Internacional é destinada a profissionais de saúde do Alto Uruguai e do Brasil, numa realização conjunta do Polo de Turismo Histórico Judaico de Quatro Irmãos e Região, da Prefeitura Municipal de Erechim, da AMAU – Associação dos Municípios do Alto Uruguai, da Prefeitura Municipal de Quatro Irmãos e do Instituto Cultural Judaico Marc Chagall, com apoio da URI – Universidade em Erechim, e do SIMERS – Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul. A programação e as inscrições podem ser feitas aqui, ou whatsapp (54) 99225-0596.

Todos os recursos financeiros captados pela realização da I Jornada Médica Internacional serão destinados à conservação e recuperação do prédio de madeira do antigo Hospital Leonardo Cohen, atualmente abrigando o Memorial da Imigração Judaica em Quatro Irmãos.

O evento surge como uma homenagem à memória do antigo Hospital Leonardo Cohen, primeiro hospital israelita do Brasil, que esteve ativo entre 1929 e 1961, na colônia judaica de Quatro Irmãos, ex-distrito de Erechim, e atualmente município vizinho.

O Hospital, na época, foi iniciativa da ICA (Jewish Colonization Association), organização de colonização fundada pelo Barão Hirsch, filantropo do século XIX, que retirou milhares de famílias judias do leste europeu, então em situação degradante de vida, expostos ao antissemitismo e pogroms. E centenas de famílias chegaram como imigrantes para a região do Alto Uruguai gaúcho.

O Hospital Leonardo Cohen foi dirigido por diversos médicos europeus de grande conhecimento, sendo seu diretor clínico mais longevo, o médico alemão Otto Goldberg, que serviu em campo na I Guerra Mundial, atendendo de forma gratuita todas comunidades do entorno.

Lideranças acadêmicas da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), salientam a iniciativa da realização da Jornada Médica Internacional. O Reitor da URI, Arnaldo Nogaro, frisou: “Louvo a iniciativa e parabenizo os organizadores. Vejo este evento como uma oportunidade de trazer para  nossa cidade e à área da saúde da região, inovação, tecnologia,  aportar novos conhecimentos e valorizar a cultura em sintonia com o resgate da identidade e história, essências enquanto patrimônios da humanidade”.  

Para o Diretor-Geral da URI Erechim, Paulo Roberto Giollo, “a realização da Jornada Médica Internacional terá um grande significado para Erechim e região, especialmente para o Curso de Medicina da Universidade, que está formando a sua primeira turma. Sem dúvida, será mais uma conquista e uma marca importante no cenário da saúde, valorizando também a história dos pioneiros nessa área aqui na região”, frisou. 

O Coordenador do Curso de Medicina, Sergio Bigolin, parabenizou a comissão organizadora pela iniciativa de promover esse evento ímpar para a região e, em particular, para a universidade. “Trata-se de um momento para resgatar o valor da história na medicina; um momento de reflexão e troca de saberes, em que podemos integrar o presente com o futuro, cada vez mais tecnológico, em prol da qualificação da medicina, sem, nunca, perder a essência do passado”, salientou.

 

Ver mais notícias