Notícias da URI Erechim

Fórum da Juventude do Alto Uruguai ganha destaque nacional

13/12/2021 - 596 exibições

   



O XVII Fórum de Meio Ambiente da Juventude, desenvolvido no segundo semestre deste ano pela equipe do Laboratório de Educação Ambiental da URI, na forma de extensão universitária, foi selecionado para apresentação no XXVIII Encontro Nacional do ForExt - Fórum Nacional de Extensão e Ação Comunitária e XXIII Assembleia Nacional, promovida pela PUC Minas Gerais. O projeto, dentro do eixo Extensão Universitária para implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, foi apresentado no dia 22 de Novembro pela estudante Júlia Gollo Sarnoski, bolsista de extensão no Projeto, que ressaltou, durante a sua apresentação, a importância do envolvimento dos jovens na construção de sociedades sustentáveis, inclusivas e mais justas, enfatizando também a relevância da integração da juventude nos programas voltados ao desenvolvimento, entre eles, a Agenda 2030.

O Fórum do Meio Ambiente foi desenvolvido em parceria com a 15ª CRE (Coordenadoria Regional de Educação), Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Erechim e Entidades que congregam o Coletivo Educador do Alto Uruguai Gaúcho. O evento, que ocorreu no dia 23 de Setembro, envolveu diretamente cerca de 4 mil jovens de 15 a 19 anos e contou com o apoio dos Cursos de Ciências Biológicas, Enfermagem, Engenharia da Produção, Pedagogia e Arquitetura e Urbanismo da Universidade.

O Fórum aconteceu em três momentos. No Pré-Fórum, os jovens realizaram estudos e investigações para conhecer e debater o tema proposto e suas relações com as questões ambientais, locais e globais, para pensar sobre os desafios de transformar a comunidade e as cidades em espaços sustentáveis para investigar sobre o tema, elaborando um diagnóstico no território.

Num segundo momento, se constituiu como o Dia do Fórum e nele, os jovens aprofundaram e trocaram conhecimentos, vivências e experiências sobre temas associados à construção de comunidades e cidades sustentáveis e definiram temas prioritários para a implementação de projetos, com destaque para a gestão de resíduos sólidos, gestão e uso sustentável da água, áreas verdes urbanas, saneamento ambiental e controle de vetores nas cidades, hortas urbanas e agricultura sustentável nas cidade.

Num terceiro momento, pós-Fórum, os grupos de jovens, vinculados às escolas, envolveram-se na elaboração dos projetos voltados à transformação das realidades das comunidades. Para apoiar financeiramente a implementação dos projetos pela juventude da região, a URI, em parceria com a Sicredi UniEstados, lançou a Chamada Pública “Juventude na Construção de Cidades e Comunidades Sustentáveis”.

Os projetos foram apresentados para uma comissão avaliadora a partir de critérios principais, ou seja, relevância social do projeto; coerência e clareza dos elementos do projeto escrito; apresentação e defesa do projeto; sustentabilidade do projeto e envolvimento da comunidade escolar.

Foram selecionados 12 projetos para execução com recursos da Chamada Pública, vinculados a três linhas de ação:


LINHA 1 - Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos

1°Lugar - Compostagem: o destino sustentável dos resíduos orgânicos, da Escola Estadual de Ensino Médio de Campinas do Sul;

2°Lugar - ECOMAR: para águas mais limpas (lixeira fluvial), do Instituto de Educação Estadual de Marcelino Ramos;

3° Lugar - Orientar para Preservar da Escola de Ensino Médio de Erval Grande;

4° Lugar - Composteira na Escola: Uma alternativa de percepção ambiental, da Escola Estadual de Ensino Médio de Carlos Gomes.


LINHA 2 - Hortas Urbanas/Comunitárias


1°Lugar - SDM com Sabores da Terra, da Escola Estadual de Educação Básica Sylvio Dal Moro, de Cacique Doble;

2° Lugar - Implantação da Horticultura Sustentável na Escola da Escola Estadual de Educação Básica de Aratiba;

3° Lugar - Projeto Semear: Horta Escolar, da Escola Helvética Magnabosco, de Erechim.


LINHA 4 - Áreas Verdes Urbanas


1° Lugar - Áreas Verdes no Copas Verdes, da Escola Estadual Básica de Mariano Moro;

2° Lugar - Pomar, o sabor que vem da terra, do Colégio Estadual Ipiranga, de Ipiranga do Sul;

3° Lugar - Revitalização das áreas verdes urbanas na cidade de Getúlio Vargas, do Colégio Agrícola Estadual Ângelo Emílio Grando, de Erechim;

4° Lugar - Restauração do Pomar da Escola Estadual de Ensino Médio de Carlos Gomes.

A divulgação dos projetos selecionados foi realizada em uma cerimônia online, que contou com a participação da juventude da região, lideranças da 15ª CRE, da URI e da Sicredi UniEstados. Atualmente, as comunidades escolares estão envolvidas na implementação dos projetos. Seus resultados serão apresentados em um Seminário Integrador previsto para o mês de março de 2022.

Ver mais notícias