Notícias da URI Erechim

Acadêmica de Medicina recebe Prêmio AMRIGS de Melhores Práticas na Medicina

04/11/2021 - 493 exibições

   



A aluna do Curso de Medicina da URI, Bruna Regina Arboit, foi uma das homenageadas com o Prêmio AMRIGS de Melhores Práticas de Medicina e Jornalismo, entregue no último dia 27 de outubro, na sede da Instituição, em Porto Alegre, e que marcou a comemoração dos 70 anos da Associação Médica do Rio Grande do Sul.

A premiação teve como objetivo reconhecer e premiar quem se destacou na busca por aprimorar a prática médica com o objetivo de publicizar, evidenciar, valorizar e premiar iniciativas de boas práticas na medicina em todo Brasil. A cerimônia contou com a premiação em várias categorias.

Bruna Regina Arboit recebeu das mãos de Amanda Ribeiro, Presidente do Departamento Universitário da AMRIGS, o 3º lugar do Prêmio de Melhores Práticas de Medicina na categoria Acadêmica. O projeto do qual Bruna foi reconhecida faz parte do seu Estudo de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), intitulado “Efeitos na Autopercepção no Desempenho em Atendimento Ambulatorial de Estudantes Capacitados em Comunicação na Relação Médico-Paciente”, sob orientação da Professora Mariana Alievi Mari.

O estudo tem como objetivo averiguar os efeitos de uma capacitação em comunicação na relação médico-paciente em estudantes do Curso de Medicina. Sendo assim, para o concurso foi feito um recorte do projeto apresentando o Curso de Capacitação em Comunicação Médico-Paciente como uma boa prática em medicina, já que apresenta grande potencial de contribuição da prática médica ao promover uma intervenção baseada em evidências da neurociência e na prática humanizada e integral preconizada pelo SUS, ao tempo em que é de baixo custo e de fácil replicabilidade sendo oferecida para acadêmicos de Medicina, futuros profissionais médicos.

O Curso de capacitação em Comunicação Médico-Paciente foi ministrado nos dias 17 e 24 de junho de 2021, no Salão de Atos da Universidade, pela professora e psicóloga Mariana Alievi Mari, e pelo psiquiatra Rodrigo Barbieri, num total de 4 horas/aula.

O reconhecimento desta prática é de extrema importância já que desafia e amplia o olhar desde a formação, oferecendo propostas e possibilidades de intervenções com empatia e humanização.

Para o Coordenador do Curso, professor Sérgio Bigolin, “essa conquista mostra que a Medicina da URI já ganha atenção a nível de estado, principalmente por se tratar da Associação Médica gaúcha. E comprova, ainda, o poder de decisão e iniciativa que incentivamos permanentemente entre os nossos alunos. Certamente, isso servirá de exemplo para que outros alunos sigam esse caminho que é o de mostrar um novo olhar da medicina para a sociedade. Esse prêmio reflete o espírito acadêmico desejado para o profissional competente, diplomado em medicina. É a iniciativa de um acadêmico que nos mostra a busca pelo ato médico mais relevante que consiste na relação médico/ paciente. Por isso, parabenizamos a iniciativa da acadêmica e seus orientadores”.

Ver mais notícias