Notícias da URI Erechim

Estudo desenvolvido entre a URI e universidade mineira gera depósito de patente

04/10/2021 - 1025 exibições

   



O trabalho desenvolvido em cooperação entre a URI Erechim e a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), foi submetido ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), sendo mais um produto de Inovação e Desenvolvimento Tecnológico gerado pelos grupos de pesquisa que integram professores e alunos dos Cursos de Graduação em Engenharia Química e Engenharia de Alimentos, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Alimentos, bem como do laboratório de Líquidos Iônicos Suportados, sob coordenação do Professor Marcelo Speziali, daquela Universidade mineira.

A presente invenção descreve um método de remoção de cromo proveniente do tratamento do couro Wet Blue. O método descrito na presente patente envolve a utilização do líquido iônico [TEA][HSO4] como agente responsável pela remoção do cromo em questão. O método descrito é vantajoso por apresentar-se de forma cíclica e utilizar um líquido iônico fácil de ser sintetizado, que pode ser utilizado repetidas vezes. A possibilidade de reutilização do líquido iônico no processo de remoção do cromo torna esse processo tecnicamente e ambientalmente atrativo.

Para o professor Marcelo Mignoni, Coordenador do Curso de Engenharia Química, o depósito da Patente, resultado deste trabalho, é fruto do esforço, da pesquisa e da união de muitos estudos provenientes da cooperação entre importantes instituições de ensino e pesquisa. “A parceria entre os pesquisadores dessas Universidades fizeram toda a diferença para que este trabalho fosse concluído com êxito”, destacou.

Os demais autores desta patente são o Professor Rogério Marcos Dallago e as alunas Natália Ambrósio e Júlia Lisboa Bernardi.

Ver mais notícias