Notícias da URI Erechim

Alunos de Enfermagem demonstram a sua importância na educação e orientação das pessoas

21/09/2021 - 236 exibições

   



Acadêmicos do décimo semestre do Curso de Enfermagem da URI realizaram, nos dias 30 de agosto e 1º de setembro, ações educativas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Badalotti, do Bairro Atlântico. As atividades foram desenvolvidas no decorrer do estágio Supervisionado II, realizado na UBS Atlântico, sob supervisão dos Professores Marciane Kessler, Eliana Buss e Irany Denti.

Foram trabalhadas as temáticas “Coronavírus e a prática de higienização das mãos” com todas as turmas de ensino infantil e ensino fundamental I (berçário até 5ª ano). Nesta atividade foi realizada uma discussão sobre o que é o coronavírus seguindo com uso de vídeo explicativo produzido pelas próprias acadêmicas, que está disponível no link https://youtu.be/s_n5YQ_6nco. Após foi apresentado um vídeo sobre lavagem das mãos seguido da prática correta de lavagem utilizando tinta guache.

Com o ensino fundamental II (6º ao 9ª anos) foi abordada a temática “Cuidados com a saúde física e mental em tempos de pandemia”. Foi realizada uma discussão sobre o tema e ofertadas dicas sobre uma boa alimentação, sono, malefícios do uso excessivo de celular e mídias sociais, importância da atividade física e lazer, de uma rotina organizada, autocuidado e autoestima, malefícios de uso de drogas e de relações sociais destrutivas.

Para finalizar aconteceu a dinâmica das emoções, em que os alunos descreveram um sentimento ou vivência ruim ou desagradável em um papel para jogar no lixo posteriormente e em outro papel descreveram um sentimento ou vivência boa ou um sonho, para guardar consigo e que pudessem visualizar com frequência.

A Professora Marciane destaca que, nos tempos de pandemia, toda a população de diferentes faixas etárias tiveram sua vida e rotina afetadas de alguma forma. Entretanto, acredita que especialmente as crianças e os adolescentes apresentam maiores dificuldades de compreensão e de adaptação às novas rotinas e hábitos exigidos em tempos de pandemia, bem como estabelecer uma rotina organizada e de hábitos saudáveis com o retorno das atividades escolares. Estas mudanças de rotina e a redução das atividades sociais podem gerar depressão e ansiedade em muitos escolares e afetar o processo de ensino e aprendizagem.

Diante deste contexto, é importante e necessária a integração e articulação entre educação e saúde, contribuindo para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção e de prevenção. A atenção básica, atuante no território, tem o papel de promover a saúde de forma integral por meio de ações intersetoriais. E neste cenário, o enfermeiro se destaca ao desempenhar o papel de educar e orientar a população. O processo de cuidar do enfermeiro deve estar embasado na educação em saúde, uma das competências pertinentes à sua função, desenvolvida e aprimorada desde a sua formação acadêmica.

Ver mais notícias