Notícias da URI Erechim

Medicina Veterinária tem palestra sobre reprodução de peixes

01/04/2021 - 319 exibições

   



Os alunos do Curso de Medicina Veterinária da URI (turma 2018) tiveram mais uma oportunidade de obter informações a respeito da reprodução de peixes. Depois da palestra sobre a criação de tilápia, com a Zootecnista Edirlene Andréa Arnhold, Assistente Técnica em Piscicultura da SUPRA, os alunos puderam ouvir o Professor Olmiro Bochi Brum, da URI Santiago, falar sobre o Centro Ictiológico daquele câmpus, o qual coordena.

A palestra foi realizada para os alunos da disciplina de Aquicultura, ministrada pelo professor Amito José Teixeira. Realizada de forma remota, o professor Olmiro apresentou o Centro Ictiológico, cujos objetivos são os de proporcionar aprendizagem para a comunidade em geral sobre piscicultura; oportunizar aos acadêmicos dos cursos de Agronomia, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária e outros, o conhecimento das espécies nativas e exóticas, bem como o manejo nas criações de peixes.

O Centro também criou um ambiente para visitação das escolas, produtores rurais e comunidade em geral, que possibilita conhecer as espécies de peixes criadas ou com potencial de criação no município de Santiago. O projeto busca desenvolver atividades de diagnóstico da piscicultura no município; elaborar atividades para orientar e instrumentalizar os acadêmicos para atender e apoiar as ações feitas por entidades públicas ou não no que se refere à criação de peixes na região; estabelecer um local que sirva como ponto de referência no apoio a produtores rurais; servir como centro de recuperação e resgate de animais da fauna aquática, tanto marinha como de águas continentais e de apoio a ações de repovoamento de rios e lagos da região.

O local está aberto para visitação das escolas públicas e privadas e tem o objetivo de despertar nos alunos o interesse, bem como, esclarecer aspectos relacionados aos organismos aquáticos. O professor Olmiro abordou também a reprodução de peixes apresentando os processos natural e artificial, onde enfatizou que as duas dependem da alteração climática (fotoperíodo, elevação da temperatura, mudança na qualidade da água devido ao aumento das chuvas, alteração no metabolismo dos peixes, etc).

Por fim, o convidado, assessorado pela professora Eurides Figueiró Gomes, mostrou um vídeo do Centro Ictiológico apresentando várias espécies de organismos aquáticos mantidos ali.

A atividade, segundo o professor Amito, foi muito proveitosa e agradável, pois possibilitou uma importante interação com o palestrante gerando um grande aprendizado para os alunos que puderam vislumbrar na atividade piscícola grandes possibilidades de atuação profissional.

Ver mais notícias