Notícias da URI Erechim

Cursos da área da saúde iniciam projeto AABB Comunidade

22/09/2022 - 128 exibições

   



Por meio do programa “Cuidados sobre Saúde de Crianças e Pré-Adolescentes”, os Cursos de Educação Física, Nutrição e Enfermagem da URI iniciaram neste mês de setembro as atividades de extensão do projeto multiprofissional “AABB Comunidade”. Ele contempla todos os cursos dessa área, onde a promoção e prevenção da saúde tem sido o foco das ações dos diferentes profissionais desta área, buscando sempre minimizar os riscos e efeitos da falta ou deficiência de cuidados.

Sabe-se que na infância são necessários cuidados especiais em conjunto entre as crianças e familiares. Por isso, os profissionais da saúde e da educação, bem como a comunidade em geral, o projeto contempla todos os cursos da área da saúde, onde a promoção e a prevenção têm sido o foco das ações dos diferentes profissionais.

O Enfermeiro está engajado na melhoria e manutenção da saúde do indivíduo, da família e da comunidade, através do cuidar, orientar, ouvir, planejar, assistir, supervisionar e educar. No Curso de Graduação em Enfermagem da URI Erechim, um dos objetivos é oferecer subsídios para que o educando desenvolva habilidades de cuidar da criança/família dentro de uma perspectiva preventiva considerando os direitos da criança e do adolescente. O Curso, através da disciplina de Saúde da Criança e do Adolescente, orientada pela Professora Cibele Sandri Manfredini, com a participação dos acadêmicos da turma 2019, já realizou duas ações educativas com 25 alunos que frequentam o programa. Os temas abordados foram a higiene pessoal e ambiental, onde foi entregue um kit de higiene para cada criança e as diferenças entre as pessoas e o respeito que todos os indivíduos devem ter pelo outro.

Já o Nutricionista contribui para a melhoria na qualidade de vida e saúde para a população local, regional e nacional, nas diversas áreas de atuação, dentre elas, Alimentação Coletiva, Nutrição Clínica, Nutrição em Esportes e Exercício Físico, Nutrição em Saúde Coletiva. O objetivo principal é contribuir para a formação de profissionais da saúde, éticos e capazes de produzir conhecimento baseado em evidências, em todas as áreas de atuação, em que a alimentação e a nutrição se apresentem fundamentais para a promoção, manutenção e recuperação da saúde, e para a prevenção de doenças de indivíduos ou grupos populacionais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida, considerando a dinamicidade da realidade econômica, política, social e cultural em que estão inseridos. O Curso de Nutrição participa deste projeto multiprofissional com a supervisão da professora Vivian Zanardo. Em 2019, as acadêmicas da Turma 2016 e 2017, Miriam Kétlem Bilhar, Milena Cecília Antunes da Silva, Caroline Grosbelli e Tainara Caverzan realizaram, dentro desse programa, atividades de Educação Alimentar e Nutricional (EAN), com diversas abordagens, incentivando escolhas alimentares saudáveis, visando a segurança alimentar e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis, assim como outros problemas nutricionais. Em 2022, retornamos às atividades através do projeto de extensão “Educação Alimentar e Nutricional na Comunidade” com a bolsista Laura Spiazzi.

Por outro lado, o profissional de Educação Física, já na sua formação, busca analisar a realidade social e nela intervir acadêmica e profissionalmente por meio das diferentes manifestações e expressões do movimento humano. Desta forma, o Curso de Educação Física, por meio deste projeto de extensão, busca desenvolver atividades esportivas e estimular os cuidados com a saúde por meio do esporte, desenvolvendo ações educativas relacionadas à saúde de forma multidisciplinar. Cabe destacar que os Cursos de Educação Física (Bacharelado e Licenciatura) desenvolvem esse projeto desde 2010. Neste ano de 2022, iniciou as atividades com a realização das avaliações das 25 crianças nos laboratórios do Curso. Posteriormente, as crianças puderam conhecer um pouco mais a Universidade, visitando os laboratórios de informática e o museu de ciências. O projeto tem como bolsista a acadêmica Marina Barrozo e o acadêmico Bernardo Biazi, sob a orientação da professora Alessandra Dalla Rosa da Veiga.

Ver mais notícias