Notícias da URI Erechim

Ave símbolo dos gaúchos passa por cirurgia no Centro Clínico Veterinário

15/09/2022 - 224 exibições

   



Um quero-quero, da espécie Vanellus chilenses, frequentador assíduo do Câmpus II da URI, precisou de um atendimento de urgência no Centro Clínico do Curso de Medicina Veterinária da Universidade, na quarta-feira, 14. A ave, considerada símbolo do Rio Grande do Sul, conhecida como sentinela dos pampas, passou por exames quando foi detectada fratura do membro direito.

Após avaliação quanto aos sinais clínicos como dor local, deformidade angular do membro, mobilidade óssea anormal, edema local, impotência funcional do membro, claudicação e crepitação local e realização de Rx, observou-se que a fratura era de tibiotarso e já havia necrose local. A equipe, por isso, optou por realizar a sedação e a cirurgia de amputação total do membro. O procedimento foi feito pelo professor Diego Agazzi, com auxílio das professoras Joana Grando e Daniela dos Santos de Oliveira.

Segundo a professora Daniela, coordenadora do Cuyrso, “as afecções traumáticas são as maiores enfermidades que acometem as aves, com cerca de 20% de toda casuística de animais atendidos, onde as fraturas ganham destaque, sendo as de ossos longos as mais incidentes, principalmente umerais e tibiotarsais. A ave, chamada agora carinhosamente de Sentinela pela equipe, está em repouso na gaiola, mas passa bem”, informou a professora.

O quero-quero é uma ave típica da América do Sul, sendo encontrado desde a Argentina e leste da Bolívia até a margem direita do baixo Amazonas, no Brasil. Está presente no cotidiano dos gaúchos, já que pode ser visto em praças, em estradas e estacionamento e até em campos de futebol. Por isso mesmo, não se incomodam com a presença dos humanos, pois se adaptaram muito bem aos ambientes urbanizados.

Ver mais notícias