Notícias da URI Erechim

Ciências Contábeis promove palestras com receita estadual e auditores municipais

29/06/2022 - 60 exibições

   



Alunos do Curso de Ciências Contábeis da URI mantiveram encontros com o delegado regional da Receita Estadual, Amauri Secco, e com os Auditores Fiscais de Tributos de Erechim, Itamar Luís Dall Alba e Adriano Marcos Oldra. Foi no dia 21 de junho e marcou o encerramento das atividades do curso relativas à segunda etapa da Jornada de Estudos Empresariais.

Ao falar sobre a “Receita 2030 - Rumo à Receita Estadual Digital”, Amauri Secco apresentou a estrutura da 14ª Delegacia da Receita Estadual em Erechim, seus números e sua importância no atendimento aos 37 municípios da região vinculados ao órgão.

Também explanou sobre a Receita Estadual, instituição essencial ao funcionamento do Estado e responsável direta pela obtenção dos recursos financeiros que proporcionam o atendimento das necessidades e projetos de governo para a sociedade gaúcha.

O delegado apresentou também a “Receita 2030”, uma agenda propositiva para a modernização da administração tributária do Rio Grande do Sul. A agenda, lançada em 2019, contém 30 medidas que já se encontram, na sua maioria, em implementação e visam transformar a Receita Estadual numa instituição que interaja de forma constante com os contribuintes e a sociedade, facilitando, simplificando e proporcionando com que as empresas se concentrem nos seu ambiente de negócios com segurança jurídica e tributária e que vejam cada vez mais a Receita Estadual como um parceiro do desenvolvimento de todo o estado.

Amauri encerrou a sua participação ressaltando a importância do tema para os futuros contadores e que constantemente utilizarão dos serviços e suportes da Receita Estadual.

Na mesma noite, o evento recebeu os Auditores Fiscais de Tributos de Erechim, Itamar Dall Alba e Adriano Marcos Oldra. Os convidados explanaram os trabalhos realizados pela Secretaria Municipal da Fazenda, especialmente no que se refere à arrecadação dos tributos de competência do município, os desafios e a forma de atuação da Administração Tributária.

Segundo Adriano, o Auditor Fiscal deve ter seu trabalho pautado pela independência, sem interferências políticas, atuando com responsabilidade e dentro dos preceitos legais, visando diminuir a sonegação, promovendo, desta forma, a justiça fiscal.

Como desafios e programas desenvolvidos pelo município, o Auditor Itamar pontuou a necessidade de orientação aos contribuintes, a implantação de processos eletrônicos, a ampliação do programa de educação fiscal, principalmente nas escolas e a promoção da justiça fiscal, fazendo com que todos os contribuintes atendam suas obrigações fiscais segundo as determinações legais. Para ele, com o trabalho de fiscalização e a ampliação da arrecadação, é possível prestar um serviço público de melhor qualidade e fazer os investimentos necessários ao desenvolvimento da cidade. Como exemplo, citou o investimento na entrega de uniformes escolares a todos os estudantes das escolas municipais que só foi possível graças aos recursos oriundos dos tributos municipais.

Ver mais notícias