Notícias da URI Erechim

SAUMA discute sobre a construção de cidades e comunidades sustentáveis

07/06/2022 - 176 exibições

   



Com a presença de um grande público, formado, na sua maioria, por lideranças, professores de toda a região, foi realizada, entre os dias 1º a 3 de junho, a Trigésima Semana Alto Uruguai do Meio Ambiente (SAUMA), realizada em conjunto com o Segundo Seminário Municipal do Meio Ambiente e o Concurso de Fotografias.

A abertura do evento ocorreu na quarta-feira à noite, 1º, no Salão de Atos, com a presença de diversas lideranças acadêmicas e civis: o Diretor Acadêmico, Adilson Luís Stankiewicz; o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Cristiano Moreira; o Chefe do Departamento, de Área e do Curso de Ciências Biológicas da Universidade, Vanderlei Decian; a representante do Conselho Municipal de Proteção Ambiental (COMPAM), Vivian Destri; o Presidente da ACCIE, Fabio Vendrusculo; a Coordenadora Regional de Educação, Juliane Bonez; e o Coordenador do Mestrado em Ecologia, Rodrigo Fornel.

Falando em nome da coordenação do evento, a professora Sônia Beatris Balvedi Zakrzevski, disse que a SAUMA é o mais antigo fórum de discussão sobre as questões ambientais da região e tem por tradição reunir a comunidade regional para discutir questões relevantes sobre meio ambiente e sociedade. ”A SAUMA se constituiu num importante espaço para que estudantes, educadores, pesquisadores e gestores possam discutir, trocar experiências e direcionar ações relativas à educação, gestão e conservação ambiental”, frisou.

A importância do evento também foi lembrada pelo Secretário Municipal do Meio Ambiente, Cristiano Moreira, diplomado em Ciências Biológicas pela URI, e o Diretor Acadêmico, Adilson Stankiewicz.

Neste ano, a SAUMA tratou sobre a construção e implementação de alguns objetivos da Agenda 2030, que é um plano de ação global que reúne 17 objetivos de desenvolvimento sustentável e 169 metas, criadas para erradicar a pobreza e promover vida digna a todos, dentro das condições que o planeta oferece e sem comprometer a qualidade de vida das próximas gerações.

Os objetivos e metas são integrados e abrangem as três dimensões do desenvolvimento sustentável – social, ambiental e econômica – e podem ser colocados em prática por governos, sociedade civil, setor privado e por cada cidadão comprometido com as gerações futuras. Entre os objetivos da agenda 2030 está o de tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

A mesa redonda de abertura do evento tratou sobre o tema "Gestão Sustentável da água, saneamento e saúde humana'', contando com a participação, de forma remota, dos professores Alexandre Pessoa Dias, da Fiocruz, e Luiz Hepp, da UFMS. No segundo dia do evento, os professores Carlos Machado de Freitas, da Fiocruz, e o Guilherme de Oliveira, da UFSC, abordaram sobre Cidades e Comunidades - mitigação e adaptação às mudanças climáticas, resiliência a desastres.

No dia 3 de junho, as atividades foram desenvolvidas nos três turnos e abordaram os temas: Resíduos sólidos urbanos - desafios da gestão; conservação e gestão da água nas cidades; arborização urbana para cidades sustentáveis; videoativismo e meio ambiente; planejamento ambiental urbano e a salvaguarda do patrimônio natural e cultural das cidades.

O Evento, totalmente gratuito aos participantes, foi liderado pelo Departamento de Ciências Biológicas da URI, em parceria com as entidades que congregam o Conselho Municipal de Proteção Ambiental (COMPAM), além da Prefeitura Municipal de Erechim, através da Secretaria de Meio Ambiente, principal apoiadora da SAUMA, com o apoio de empresas vinculadas à ACCIE (Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim).

A programação da Semana também contou com o concurso Meio Ambiente em Fotografia, que teve mais de 40 trabalhos inscritos e com a realização da Feira de Alimentos Orgânicos.

Ver mais notícias