Notícias da URI Erechim

Curso de Direito realiza palestra sobre os meios de solução de conflitos

04/06/2022 - 130 exibições

   



A professora Giana Lisa Zanardo Sartori, do Curso de Direito, acompanhada de dois colegas advogados e mediadores judiciais, Chirley Rigon e Ricardo Favarin, diplomados pela URI, realizaram algumas palestras na empresa Aurora, de Erechim. Os encontros tiveram lugar nos dias 23, 26 e 30 de maio, e teve como assunto básico os meios de solução de conflitos.

A iniciativa foi organizada pela empresa em período que antecipou as férias de seus colaboradores. Várias equipes de funcionários participaram das ações com o objetivo de promover o desenvolvimento de aspectos de liderança. Dentre as temáticas propostas, a escolha foi pelos Meios de Solução de Conflitos, surgida a partir da participação de uma das colaboradoras da empresa, que está cursando Direito, Maira Nogueira Zastrov, nas aulas de Mediação.

Falar sobre esse tema é fundamental, principalmente porque não vivemos sozinhos, fazemos parte de grupos sociais, desde o grupo familiar, as relações de amizade, o grupo profissional, e o conflito faz parte da vida em sociedade. O que se faz necessário é compreender como resolver de uma forma positiva, cooperativa, utilizando a comunicação não violenta, sabendo lidar com as diferenças, trabalhando em equipe.

O Conselho Nacional de Justiça, em 2010, editou a Resolução 125, que buscou implementar Políticas Públicas de Acesso à Justiça e Resolução de Conflitos pelos meios autocompositivos. Diante deste cenário, passou-se a utilizar-se a negociação, a conciliação, a mediação e a justiça restaurativa, através de oficinas de parentalidade.

Segundo a professora Giana, a atuação competente de profissionais formados pela URI, como a Chirley Rigon e Ricardo Favarin, está sendo decisiva para fazer a diferença na vida das pessoas. “Essa parceria entre os professores do Curso de Direito e os egressos, levando o conhecimento e a experiência prática que se adquiriu ao longo dos últimos anos, em atividades científicas e acadêmicas da universidade, em atividades voluntárias e no CEJUSC (Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania) na Comarca de Erechim, reflete o comprometimento com a educação, com a pacificação social e o pleno exercício da cidadania”, conclui a professora.

Ver mais notícias