Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim - Medicina Veterinária
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências Agrárias

Disciplina: TOXICOLOGIA VETERINÁRIA

Código: 50-459

Carga Horária: 40h (Teórica: 30h)  (Prática: 10h)

Nº de Créditos: 02

 

Ementa

Introdução a toxicologia veterinária. Mecanismos de ação dos agentes tóxicos. Toxicologia clínica. Diagnóstico das principais intoxicações. Conduta de urgência nas intoxicações. Toxicologia dos medicamentos. Toxicologia dos praguicidas. Toxicologia das plantas de interesse em Medicina Veterinária. Toxicologia dos metais pesados. Micotoxicoses. Plantas medicinais: uso histórico por populações indígenas e afrodescendentes. Diagnóstico e tratamento e medidas profiláticas.

 

Objetivos

A disciplina visa proporcionar ao aluno o conhecimento necessário para compreender o embasamento teórico para o diagnóstico e o tratamento das intoxicações mais comuns em Medicina Veterinária.

Ao término da disciplina, o aluno deverá ser capaz de atingir total ou parcialmente as seguintes competências e habilidades: ensinar a terminologia sobre toxicologia. Estudar a absorção, distribuição e excreção de substâncias tóxicas e, os fatores capazes de influenciar na toxicidade. O aluno será capaz de reconhecer, diagnosticar, identificar as principais causas de intoxicação que os animais podem ser acometido, além de aplicar métodos preventivos e tratamentos em cada situação-caso.

 

Conteúdos Curriculares

UNIDADE 1- INTRODUÇÃO Á TOXICOLOGIA

1.1 História das intoxicações

1.2 Tipos de intoxicações

 

UNIDADE 2- TOXICODINÂMICA

2.1 Mecanismos moleculares de ação tóxica

2.2 Principais alvos de ação tóxica

2.3 Interação agente tóxico receptores

2.3.1 Interação gentes tóxicos proteínas transportadoras

2.3.2 Interação agentes tóxicos enzimas

 

UNIDADE 3- TOXICOCINÉTICA

3.1 Conceito

3.2 Absorção

3.3 Distribuição

3.4 Biotransformação

3.5 Eliminações urinária e fecal

3.6 Eliminações pelo leite e demais secreções

UNIDADE 4- TOXICOLOGIA CLÍNICA

4.1 Diagnóstico das intoxicações

4.1.1 Diagnóstico clínico, laboratório e anatopatologico

4.2 Condutas de emergência nas intoxicações

 

UNIDADE 5- TOXICOLOGIA DOS PRAGUICIDAS

5.1 Raticidas de uso legal

5.2 Raticidas de uso ilegal

5.3 Ectoparasiticidas e Endoparasiticidas

5.4 Herbicidas e fungicidas

 

UNIDADE 6- PLANTAS TÓXICAS

6.1 Plantas tóxicas que causam mortalidade aguda

6.2 Plantas tóxicas que causam mortalidade após a exposição crônica

6.3 Plantas tóxicas que causam alteração no desempenho produtivo

6.4 plantas tóxicas que causam alteração no desempenho reprodutivo

 

UNIDADE 7- MICOTOXICOSES EM ANIMAIS PRODUTORES DE ALIMENTOS

7.1 Aflatoxina

7.2 Zearalenona

7.3 Fumonisina

 

Metodologia

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), a ativa e a sócio-interacionista (professor como mediador de atividades em que os alunos trabalham em equipes e interagem com a comunidade universitária). No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). As aulas práticas serão em propriedades rurais para conhecimento de plantas tóxicas.  A disciplina prevê 10 h de T.D.E.

 

Avaliação

O sistema de avaliação desta disciplina está de acordo com o que determina o Regimento Interno da URI, Resolução nº 2318/CUN/2017- Capítulo XI, Subseção VII, Art.85-92 “do planejamento de ensino e da avaliação da aprendizagem”. Para atender este novo modelo acadêmico prevê que os resultados acadêmicos sejam expressos em pontos acumulados de zero (0) a dez (10), sendo que 80% da nota poderão ser referentes a provas presenciais e/ou práticas, atividades e trabalhos. E 20% da nota será atribuída por meio dos Trabalhos Discentes Efetivos e avaliação das atividades de aulas com metodologias diferenciadas.

 

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica

LORENZI, Harri. Plantas daninhas do Brasil: terrestres, aquáticas, parasitas e tóxicas. 4. ed. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2008. 640 p.

NOGUEIRA, Rosa Maria Barilli; ANDRADE, Silvia Franco. Manual de Toxicologia Veterinária. Roca - Brasil, 2011.

OTTONI, Christiano. Plantas e animais de importância médica. Belo Horizonte: Coopmed, 2009. 271 p.

 

Bibliografia Complementar

BORIN-CRIVELLENTI, Sofia. Casos de rotina em medicina veterinária de pequenos animais. São Paulo: MedVet, 2012.

LORENZI, Harri. (et. al).  Plantas tóxicas: estudo de fito toxicologia química de plantas brasileiras. São Paulo: Instituto Plantarum de Estudos da Flora Ltda. - IPEF, 2011.

MERCK. Manual Merck de Veterinária, 10ª edição. [Minha Biblioteca].

SILVA, Sebastião. Plantas Tóxicas: Inimigo Indigesto. Aprenda Fácil, 2010.

VIANA, F.A.B. Guia Terapêutico Veterinário. 4ª ed. Editora CEM. Lagoa Santa. 2019.

 

Fique por dentro

Ver mais