Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Disciplina: Tópicos Especiais em Engenharia Química

Código: 30-326

Carga Horária: 40h

Créditos: 02

Pré-requisitos: -

 

EMENTA

Disciplina de ementa variável, abordando assuntos variados, voltados a formação do Engenheiro Químico, podendo ser assunto específico do curso ou de áreas afins, que possibilitem uma formação generalista e interdisciplinar do acadêmico.

 

OBJETIVO

Fornecer ao aluno conhecimentos em assuntos gerais relevantes à formação do Engenheiro Químico. Aprender de forma autônoma; Atuar em situações e contextos complexos; Conhecer e consolidar os conceitos básicos de inovações relacionados com o campo de atuação de um engenheiro químico no cenário industrial, ambiental, social, comportamental, administrativo e financeiro, onde as novas tecnológicas estão presentes e as habilidades dinâmicas são essenciais. Entender o papel do engenheiro no contexto da inovação.

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

Disciplina de conteúdos curriculares variável, abordando assuntos que complementem a formação do engenheiro químico em conhecimento e aprimoramento de competências e habilidades.

 

METODOLOGIA

As aulas terão a participação ativa do aluno na construção do conhecimento e serão adotados as seguintes metodologias:

• Aulas teóricas e expositivas com utilização de recursos audiovisuais e questionamentos, discussão e debates;

• Aulas práticas sobre os conteúdos ministrados na teoria;

• A leitura, interpretação e elaboração de textos serão trabalhados em sala de aula como temas transversais;

• As aulas transcorrerão de maneira interativa com os alunos em que ambos são agentes ativos do processo de ensino-aprendizagem;

• A exposição do conteúdo ocorrerá por meio de atividades que facilitem e estimulem a aprendizagem. Buscar-se-á interação constante com os alunos;

• As atividades relacionadas ao Trabalho Discente Efetivo (TDE) totalizará 10h e poderá constar com exercícios de fixação, pesquisa bibliográfica, desenvolvimento de atividades práticas, elaboração de relatórios, visitas técnicas entre outros.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico. O processo de avaliação será de forma progressiva e cumulativa do conhecimento, mediante verificações parciais ao longo do período letivo sob a forma de provas, exercícios, trabalhos acadêmicos, arguições, seminários e/ou relatos de atividades práticas.

O processo de avaliação ocorrerá da seguinte maneira:

No mínimo duas avaliações que versará com questões objetivas e ou discursivas com peso 8,0 e Trabalhos Discente Efetivo (TDE) peso 2,0.

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

HIMMELBLAU, David Mautner; RIGGS, James B. Engenharia quimica: princípios e cálculos. 7. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

FOGLER, H. Scott. Elements of chemical reaction engineering. 2. ed. Rio de Janeiro: Prentice-Hall do Brasil, 1992.

SMITH, J. M (Joe Mauk); VAN NESS, H. C; ABBOTT, Michael M. Introdução à termodinâmica da engenharia química. 7. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2011

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BRAZILIAN JOURNAL OF CHEMICAL ENGINNERING. São Paulo: Brazilian Society of Chemical Engineering,1995-. Trimestral. Continuação de RBE : revista brasileira de engenharia . Caderno de engenharia química. On-line.

MCMILLAN, James D. (Coord.). Applied biochemistry and biotechnology. New Jersey: Humana Press, 2006.

BORZANI, Walter (Coord.). Biotecnologia industrial. São Paulo: Edgard Blücher, 2013.

SANDLER, Stanley I. Chemical, biochemical, and enginnering thermodynamics. 4. ed. Estados Unidos: John Wiley & Sons, 2006.

BRASIL, Nilo Índio do. Introdução à engenharia química. 2. ed. Rio de Janeiro: Interciência, 2004.

 

Notícias do Curso

Ver todas