Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Plano de Ensino para o Curso de Direito

 

DEPARTAMENTO

LINGUÍSTICA LETRAS E ARTES

DISCIPLINA:

COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO

CÓDIGO DA DISCIPLINA:

80-330

CARGA HORÁRIA:

40 horas

Nº CRÉDITOS:

02

 

1 EMENTA

Uso da língua portuguesa em contextos profissionais. Produção textual escrita e oral. Diferenças entre fala e escrita. Técnicas de redação. Paragrafação. Estratégias de comunicação oral. Oralidade, escrita e variação linguística. Gêneros textuais orais e escritos.

 

2 OBJETIVO

Desenvolver habilidades e competências de relacionadas à produção de textos, tanto orais quanto escritos, levando em conta o contexto profissional atual. Discutir técnicas de redação associadas e diferentes gêneros textuais escritos. Abordar estratégicas de comunicação oral, visando à clareza, à coerência e à adequação a distintas situações sociodiscursivas. Realizar atividades práticas de produção de textos orais e escritos, considerando diferentes relações interativo-comunicativas.

 

3 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

3.1 Língua portuguesa e mercado de trabalho.

3.2 Produção de textos orais e escritos.

3.3 Técnicas de redação.

3.4 Paragrafação.

3.5 Comunicação oral.

 

4 METODOLOGIA

O processo ensino aprendizagem reconhecerá o acadêmico como sujeito ativo e participativo, priorizando os cenários com aulas expositivas e dialogadas, bem como metodologias ativas de aprendizagem. Esta disciplina será ministrada diversificando e flexibilizando as atividades acadêmico-pedagógicas, distribuindo as horas de trabalho dos estudantes em aulas presenciais, não presenciais e atividades complementares levando em consideração o conceito de hora-aula constante da Resolução do Conselho Nacional de Educação (Resolução nº 3, de 2 de julho de 2007) conforme a Resolução nº 2736/CUN/2019- que dispõe sobre normas para a inovação acadêmica - Graduação Ativa.

No Campus de Cerro Largo e Frederico Westphalen, na oferta em On-line o processo ensino aprendizagem será desenvolvida a partir de uma metodologia ativa, que compreende os processos de aprendizagem a partir da relação entre os conhecimentos construídos na Universidade e nos diferentes espaços e tempos, com o uso de ferramentas síncronas e assíncronas, com plataforma de aprendizagem que possibilita a realização dos percursos de aprendizagem nas aulas.  Esta disciplina será ministrada conforme a Resolução nº 2736/CUN/2019- que dispõe sobre normas para a inovação acadêmica - Graduação Ativa, baseada na Lei nº 1.134/2016.

 

5 AVALIAÇÃO

A avaliação dos alunos será composta por dois eixos básicos, sendo o primeiro relacionado às atividades de sala de aula, as quais terão um peso de 80% (oitenta por cento) da nota final, e o segundo relacionado ao TDE, com peso equivalente a 20% (vinte por cento) da nota final. Os instrumentos e critérios de avaliação individual do aluno englobarão provas, trabalhos individuais e em grupos, seminários, apresentação das atividades desenvolvidas no TDE, capacidade argumentativa, oratória, profundidade do conhecimento, disciplina, pontualidade nas aulas e no cumprimento de prazos estabelecidos, bem como a honestidade acadêmica. A partir da utilização das metodologias ativas o processo avaliativo será contínuo ao longo do semestre letivo, de modo a propiciar o acompanhamento da evolução, participação e crescimento, cognitivo, técnico e comportamental do aluno, viabilizando o redirecionamento metodológico educativo quando necessário.

Na oferta da disciplina On-line, seguindo o sistema de avaliação da disciplina com determina o Regimento Interno da IES na Resolução nº 2318/CUN/2017 - CAPÍTULO XI, Subseção VII, Art. 85/92, para atender este novo modelo acadêmico, além do previsto no Regimento, os resultados dos acadêmicos devem ser expressos em pontos acumulados de zero (0) a dez (10), representando: I - 20% - Trabalhos do Docente; II - 20% - Fórum Avaliativo; III - 60% - Prova Presencial, conforme previsto na Resolução nº 2736/CUN/2019, item 5.3.1 que trata da avaliação das disciplinas on-line.

 

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BITTAR, Eduardo Carlos Bianaca. Linguagem Jurídica. São Paulo: Saraiva, 2017. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

PERELMAN, Chaim. Tratado de argumentação: a nova retórica. São Paulo: Martins Fontes, 1999. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

POLITO, Reinaldo. Como falar corretamente e sem inibições. São Paulo: Saraiva, 2006. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

PERELMAN, Chaim. Retóricas. São Paulo: Martins Fontes, 1997. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

POLITO, Reinaldo. Como falar de improviso e outras técnicas de apresentação. São Paulo: Saraiva, 2006. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

______. Superdicas para falar bem: em conversas e apresentações. São Paulo: Saraiva, 2005. SANTOS, Mário Ferreira dos. Curso de oratória e retórica. São Paulo: Logos, 1960. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

WARAT, Luis Alberto. O ofício do mediador. Florianópolis: Habitus, 2001. Disponível em: Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/>.

 

Notícias do Curso

Ver todas