Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Engenharias e Ciência da Computação

Disciplina: Sistemas Estruturais I-A

Código: 30-996

Carga Horária: 80h (Teórica: 60h)  (Prática: 20h)

Nº de Créditos: 04

 

Ementa:

Cálculo das reações de apoio de vigas hiperestáticas pelo Método de Cross e Determinação do grau de estaticidade das estruturas. Cálculo de vigas isostáticas e Hiperestáticas.

 

Objetivos:

Conhecer os métodos para cálculos dos esforços em vigas contínuas: esforços normais e momentos. Aprender a dimensionar as armaduras longitudinais e sua representação gráfica em estruturas de concreto armado, conhecendo as ideias básicas e os princípios de aplicação em projetos e cálculos.

 

Conteúdos Curriculares:

1 Introdução a sistemas hiperestáticos

2 Métodos para solução de sistemas hiperestáticos

3 Método de Cross

4 Cálculo das reações em vigas hiperestáticas

5 Concreto armado

5.1 Dimensionamento da armadura longitudinal

5.2 Dimensionamento da armadura transversal – estribos

5.3 Detalhamento das armaduras

6 Sistemas estruturais sustentáveis

 

Metodologia:

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos acadêmicos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: (1) a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), (2) a ativa e (3) a sociointeracionista (professor como mediador de atividades em que os alunos trabalham em equipes e interagem com a comunidade universitária).

No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, serão utilizados: recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet, PowerPoint), Google Classroom (inserção de material e proposta de TDE´s), Laboratório de informática, Sala de Aula, Biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos no total de 20h, que poderão ser, conforme a necessidade, questionários, pesquisas bibliográficas, pesquisa e análise de projetos referenciais, levantamento, registro e representação de elementos de estudo, produção de vídeos. A fixação dos conteúdos será por meio de exercícios propostos em sala de aula.

 

Avaliação:

A avaliação da disciplina será feita com base nos objetivos da disciplina, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: (1) Provas/Trabalhos Práticos, (2) Trabalhos Discentes Efetivos e (3) Avaliação do processo de Desenvolvimento – individual e/ou coletivo do aprendizado do acadêmico ao longo do semestre, observando sua evolução, participação e crescimento. As aulas com utilização de metodologia ativa terão, especialmente, mas não exclusivamente, avaliação contínua, ou seja, avaliação constante do desempenho técnico, cognitivo e comportamental dos alunos para possíveis redirecionamentos metodológico/educativos.

 

 

 

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica  

BOTELHO, Manoel H. C.; MARCHETTI, Osvaldemar. Concreto Armado Eu Te Amo. 7. ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2013. v.1.

PFEIL, Walter. Concreto armado. 4. ed.São Paulo: LTC, 1989. 3.v.

ROCHA, Anderson Moreira da. Concreto armado. São Paulo: Nobel, 1999. 1.v. 2.v. 3.v.

 

Bibliografia Complementar

MELLO, Eldon Londe. Concreto Armado: Resistência Limite à Flexão Composta Normal e Oblíqua. Brasília: UNB/FINATEC, 2003.

PETRUCCI, Eládio G. R. Concreto de Cimento Portland. 13. ed. São Paulo: Globo, 2009.

RAMALHO, Márcio Antônio; CORRÊA, Márcio Roberto Silva. Projeto de Edifícios de Alvenaria Estrutural. São Paulo: PINI, 2003.

SHORT, Andrew. Concreto Ligero: cálculo, fabricación, diseño y aplicaciones. México: Limusa-Wiley, 1998.

SILVA, Daiçon Maciel da; SOUTO, André Kraemer. Estruturas: uma abordagem arquitetônica. 4. ed. Porto Alegre: UNIRITTER, 2007.

 

 

Notícias do Curso

Ver todas