Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências Biológicas

Disciplina: Estudos Ambientais A

Código: 20-572

Carga Horária: 40h (Teórica: 40h)  (Prática: 0h)

Nº de Créditos: 02

 

Ementa:

Estudo do sistema construído e o impacto ambiental gerado. Desenvolvimento sustentável. Arquitetura sustentável. Estudo e avaliação dos Impactos Ambientais e Licenciamento Ambiental.

 

Objetivos:

Conscientizar os alunos da necessidade de reduzir o impacto ambiental gerado pela produção arquitetônica e proporcionar conhecimentos para o desenvolvimento de projetos sustentáveis com qualidade de vida.

 

Conteúdos Curriculares:

1 O sistema construído e o impacto ambiental gerado

2 Desenvolvimento sustentável

3 Arquitetura sustentável

3.1 Soluções de projeto

3.2 Técnicas construtivas

4 Casa ecológica

4.1 Ecovilas e Green buildings

5 Uso de resíduos na construção civil

6 Energia solar na edificação

7 Sistemas de reaproveitamento de águas servidas e pluviais

8 Estudo e avaliação dos Impactos Ambientais

8.1 Licenciamento Ambiental

 

Metodologia (Câmpus de Erechim):

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos acadêmicos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: (1) a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), (2) a ativa e (3) a sociointeracionista (professor como mediador de atividades em que os alunos trabalham em equipes e interagem com a comunidade universitária).

No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, serão utilizados: recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet, PowerPoint), Google Classroom (inserção de material e proposta de TDE´s), Sala de Aula, Biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos no total de 10h, que poderão ser, conforme a necessidade, questionários, pesquisas bibliográficas, pesquisa e análise de projetos referenciais, levantamento, registro e representação de elementos de estudo, produção de vídeos. A fixação dos conteúdos será por meio de metodologias inovadoras, visando o desenvolvimento de habilidades de aprendizagem significativa.

Dentre as atividades a serem realizadas durante as 40 horas previstas nesta disciplina, constam 10 horas de atividades extensionistas. Ações extensionistas são classificadas como (i) projeto, (ii) curso, oficina e/ou workshop, (iii) evento, (iv) produto acadêmico, ou (v) prestação de serviço – e desenvolvidas em caráter disciplinar e/ou transversal.

 

Metodologia (Câmpus de Frederico Westphalen):

O processo ensino aprendizagem será desenvolvida a partir de uma metodologia ativa, que compreende os processos de aprendizagem a partir da relação entre os conhecimentos construídos na Universidade e nos diferentes espaços e tempos, com o uso de ferramentas síncronas e assíncronas, com plataforma de aprendizagem que possibilita a realização dos percursos de aprendizagem nas aulas. Esta disciplina será ministrada conforme a Resolução nº 2736/CUN/2019 - que dispõe sobre normas para a inovação acadêmica - Graduação Ativa, baseada na Lei 1.134/2016.

 

Avaliação (Câmpus de Erechim):

A avaliação da disciplina será feita com base nos objetivos da disciplina, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: (1) Provas/Trabalhos Práticos, (2) Trabalhos Discentes Efetivos e (3) Avaliação do processo de Desenvolvimento – individual e/ou coletivo do aprendizado do acadêmico ao longo do semestre, observando sua evolução, participação e crescimento. As aulas com utilização de metodologia ativa terão, especialmente, mas não exclusivamente, avaliação contínua, ou seja, avaliação constante do desempenho técnico, cognitivo e comportamental dos alunos para possíveis redirecionamentos metodológico/educativos.

 

Avaliação (Câmpus de Frederico Westphalen):

A avaliação da disciplina será feita com base o que determina o Regimento Interno da Instituição Resolução no 2318/CUN/2017– CAPÍTULO XI, Subseção VII, Art.85-92– “Do Planejamento de Ensino e Da Avaliação da Aprendizagem”.

Os resultados dos acadêmicos deverão ser expressos em pontos acumulados de zero (0) a dez (10), conforme segue:

I – 20% - Trabalhos do Docente (atividades propostas pelo docente da disciplina, no ambiente virtual de aprendizagem, que serão avaliadas através da entrega pelo acadêmico);

II – 20% - Fórum Avaliativo (é uma ferramenta que poderá ser utilizada de forma síncrona ou assíncrona possibilitando a interação entre acadêmico-professor e acadêmico-acadêmico objetivando o pensamento construtivo, a partir do pensamento crítico. A pontuação pode ser contabilizada de forma quantitativa e/ou qualitativa);

III – 60% - Prova Presencial (será aplicada pelo docente responsável da disciplina, acontecerá de forma individual e sem consulta, visando as competências desenvolvidas pelo acadêmico durante a disciplina).

 

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica

BRAGA, Benedito et al. (). Introdução a engenharia ambiental: o desafio do desenvolvimento sustentável. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2013.

FUENTES, Manuel; THOMAS, Stephanie; ROAF, Sue. Ecohause: a casa ambientalmente sustentável. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2014.

KEELER, Marian; BURKE, Bill. Fundamentos de projeto de edificações sustentáveis. Porto Alegre: Bookman, 2010.

 

Bibliografia Complementar

ARAUJO, Gustavo Henrique de Sousa; ALMEIDA, Josimar Ribeiro de; GUERRA, Antonio Jose Teixeira. Gestão ambiental de áreas degradadas. 9.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2013.

GUERRA, Antonio Jose Teixeira; Org. JORGE, Maria do Carpo Oliveira. Processos erosivos e recuperação de áreas degradadas. São Paulo: Oficina de Textos, 2013.

ROSS, Jurandyr Luciano Sanches. Ecogeografia do Brasil: subsídios para planejamento ambiental. Sao Paulo: Oficina de Textos, 2006.

SANCHEZ, Luis Enrique. Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. 2. ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2013.

SANTOS, Rozely Ferreira dos. Planejamento ambiental. São Paulo: Oficina de Textos, 2004.

 

Notícias do Curso

Ver todas