Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim - Engenharia de Produção
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Disciplina: Estratégia e Dinâmica Organizacional

Código: 30-591

Carga Horária: 80h (Teórica: 60h) (Prática: 20h)

Créditos: 04

Pré-Requisitos: 2.000h

 

EMENTA

Conceitos e a evolução da gestão estratégica nas empresas. Análise e  definição estratégica. Competitividade através da manufatura. Formulação da estratégia de manufatura. Visão Baseada em Recursos. O papel das tecnologias de processo. Gerenciamento de mudanças tecnológicas. Operações em serviços. Estratégia de operações em serviços. Cultura e mudança organizacional, valores e perfil do engenheiro para o sucesso da estratégia organizacional. Avaliação dos resultados. Abordagens quanto a História e Cultura Afro-Brasileira, Africana e Indígena e Direitos Humanos.

 

OBJETIVOS

A disciplina visa capacitar o aluno a compreender o processo de planejamento e implantação de estratégias corporativas e de negócios, e tenha condição de discutir e pôr em prática conceitos, elementos e técnicas necessárias a gestão das estratégias funcionais de produção. Buscando-se atender estas competências alguns objetivos específicos são delineados:

-  Ser capaz  de compreender o processo de planejamento e implantação de estratégias corporativas e de negócios;

- Aplicar técnicas para posicionamento competitivo;

- Analisar o ambiente externo e interno quanto aos aspectos de competitividade;

-  Identificar e analisar  cenários para definição de estratégias em nível operacional, tático e corporativo;

- Entender a importância da manufatura no processo de definição de estratégias organizacionais;

- Definir estratégias para a função produção;

- Perceber o papel do engenheiro no processo de planejamento e implantação de estratégias;

- Comunicar-se de forma escrita, oral e gráfica através de atividades práticas;

- Trabalhar e liderar projetos e equipes multidisciplinares;

-  Liderar, de forma proativa e colaborativa, definindo  estratégias e construindo o consenso nas equipes;

- Aprender de forma autônoma e lidar com situações reais e contextos complexos;

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

UNIDADE DE ENSINO 01 – A GESTÃO ESTRATÉGICA

Conceitos e a evolução da gestão estratégica nas empresas. Análise dos modelos teóricos sobre estratégia nas organizações, contemplando abordagens para elaboração e execução de estratégias para novas configurações organizacionais e novos mercados e critérios de sustentabilidade organizacional, a exemplo da economia solidária e desempenho sustentável das organizações.  

 

Atividade Prática: Dinâmica para apropriação de conceitos e técnicas de análise estratégica.

 

TDE 01 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 01.

 

UNIDADE DE ENSINO 02 – A ANÁLISE ESTRATÉGICA

Análise estratégica: Inteligência Competitiva e Modelo das Forças competitivas; Matriz SWOT. Definição das estratégias em nível empresarial. Definição das estratégias em nível de Unidade de Negócio. Estratégicas  Genéricas de  Porter e Curva de  experiência. Análise do processo de

formulação e implementação das estratégias nas empresas.

Atividade Prática: Dinâmica para definição do posicionamento competitivo de uma empresa real.

Atividade Prática: Exercício para fixação dos conteúdos previstos na Unidade de Ensino 02.

 

TDE 02 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 02.

 

UNIDADE DE ENSINO 03 – ESTRATÉGIA DE MANUFATURA

Competitividade através da manufatura. O  link entre a manufatura e a estratégia organizacional Teoria do Missing link e fábricas focalizadas. Objetivos de desempenho. Formulação da estratégia de manufatura. Visão Baseada em Recursos. Planejamento de capacidade de longo prazo. O papel das tecnologias de processo.

 

Atividade Prática: Exercício para aplicação dos conteúdos previstos na Unidade de Ensino 03.

 

TDE 03 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 03.

 

UNIDADE DE ENSINO 04 – ESTRATÉGIA EM SERVIÇOS

Operações em serviços. Estratégia de operações em serviços.

Atividade Prática: Exercício para fixação dos conteúdos previstos na Unidade de Ensino 04.

 

UNIDADE DE ENSINO 05 – O PAPEL DO ENGENHEIRO GESTÃO ESTRATÉGICA

Gerenciamento de mudanças tecnológicas. Cultura e mudança organizacional, valores e perfil do engenheiro para o sucesso da estratégia organizacional. A avaliação dos resultados.

Atividade Prática: Exercício para aplicação dos conteúdos previstos na Unidade de Ensino 05.

 

METODOLOGIA

Visando desenvolver competências apresentadas, as aulas serão desenvolvidas de forma variada, terão como metodologias: tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), ativa e sociointeracionista. No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, poderão ser utilizados recursos  de multimídia como  projetores de imagem e vídeo, materiais concretos e softwares matemáticos. A contextualização se dará através da resolução de problemas. Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos no total de 20h, envolvendo resolução de exercícios, análise de artigos e/ou cases, aplicação de conceitos e técnicas e utilização de  softwares específicos. Dentre as atividades a serem realizadas durante as 80 horas previstas nesta disciplina, constam 30 horas de atividades extensionistas. Ações extensionistas são classificadas como (i) projeto, (ii) curso, oficina e/ou workshop, (iii) evento, (iv) produto acadêmico, ou (v) prestação de serviço – e desenvolvidas em caráter disciplinar e/ou transversal.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas escritas, exercícios, seminários, projetos e Trabalhos Discentes Efetivos, estes últimos valendo 20% da  média parcial. As avaliações serão realizadas ao longo do semestre e distribuídas uniformemente de acordo com o plano de ensino. Numa aula  que antecede uma avaliação serão dadas orientações a respeito da sistemática a ser adotada e os conteúdos exigidos. No instrumento de avaliação haverá de forma explícita e por escrito quanto valerá cada questão.

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

MINTZBERG, Henry et al. O processo da estratégia: conceitos, contextos e casos selecionados. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009. 496 p. ISBN 8536305878.

SLACK, Nigel; BRANDON-JONES, Alistar; JOHNSTON, Robert. Administração da produção. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2015. 698 p. ISBN 9788597002676.

PORTER, Michael E.  Estratégia competitiva: técnicas para análise de indústrias e da concorrência. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004. 362 p. ISBN 8535215263.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

KAPLAN, Robert S; NORTON, David P. Mapas estratégicos: convertendo ativos intangíveis em resultados tangíveis. 6. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. 471 p. ISBN 853521268X.

RAHALAD, C.K.; HAMEL, Gary. Competindo pelo futuro: estratégias inovadoras para obter o controle do seu setor e criar os mercados de amanhã. Rio de Janeiro: Campus, 2005. 373 p. ISBN 9788535215441.

MINTZBERG, Henry; AHLSTRAND, Bruce; LAMPEL,  Joseph.  Safári de estratégia: um roteiro pela selva do planejamento estratégico. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010. 392 p. ISBN 9788577807215.

GHEMAWAT, Pankaj. A estratégia e o cenário dos negócios: textos e casos. Porto Alegre: Bookman, 2000. 380 p. ISBN 8573076534.

KIM, W. Chan; MAUBORGNE, Renée. A estratégia do oceano azul: como criar novos mercados e ornar a concorrência irrelevante. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015. 278 p. ISBN 9788535284218. CUNHA, Luiz Antônio. Educação, Estado e democracia no Brasil. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2001. 495 p. ISBN 852490447X.

FRIGOTTO, Gaudêncio (Org.). Educação e crise do trabalho: perspectivas de final de século. 7.ed. Petrópolis: Vozes, 2005. 230 p. (Estudos Culturais em Educação). ISBN 8532620272.

 

Fique por dentro

Ver mais