Plano de EnsinoURI Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS

Disciplina: DIVERSIDADE E INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO

Código: 70-908

Carga Horária: 60H

Número De Créditos: 04

 

1. EMENTA:

Aspectos históricos da educação Especial. Educação inclusiva; Políticas públicas da educação Inclusiva no Brasil. Práticas pedagógicas na Educação inclusiva. Acessibilidade e adaptações curriculares. Relações de gênero e Diversidade sexual. Perspectivas histórico-culturais e psicossociais da diversidade e das diferenças do ser humano. A população brasileira, a história e a cultura Afro-brasileira e Indígena e o resgate das contribuições nas áreas social, econômica e política.

 

2. OBJETIVOS:

Analisar a Educação Especial e o processo de Educação inclusiva a partir das concepções filosóficas, políticas, éticas e educacionais fundamentadas nos princípios da Política Educacional Brasileira aplicada às pessoas com deficiência, altas habilidades/superdotação, bem como as com transtorno global do desenvolvimento. Assim como, conhecimento em relação à inclusão das pessoas com necessidades especiais, indígena e afro-brasileira, além da legislação e políticas públicas, frente à diversidade.

 

3. CONTEÚDOS CURRICULARES:

3.1 Aspectos políticos – éticos- filosóficos da Educação Inclusiva

3.2 Caracterização das deficiências

3.3 Atendimento aos alunos com deficiência em sala de aula regular

3.4 Diversidade e inclusão Educacional

3.5 Pratica docente para a diversidade e inclusão educacional

 

4. METODOLOGIA:

Práticas pedagógicas que visem ao aprimoramento de competências e habilidades relativas à Educação Inclusiva no confronto entre teoria e prática e ao uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC):- leituras;- análises de livros;- pesquisas;- discussões coletivas;- observações nas escolas;- seminários;- elaboração e apresentação de trabalhos.

Todas as modalidades terão como indicador o princípio da ação-reflexão-ação, capacitando para a resolução de situações-problema. Aulas expositivas dialogadas;Trabalhos em dupla e em pequenos grupos, com discussão em sala; Leituras obrigatórias e compl1. EMENTA:res. Aula interativa; Vídeos; Filmes; Oficina; Debates; Jogos; Recursos tecnológicos.

  

5. AVALIAÇÃO:

A avaliação será processual devendo ocorrer em todos os momentos do desenvolvimento da disciplina, podendo, assim, os processos de ensino e aprendizagem serem retomados. Serão considerados para fins de compreensão sobre o aprender dos alunos: a participação nas discussões, o envolvimento nos trabalhos propostos, a construção dos trabalhos individuais, a realização das leituras, a apresentação de trabalhos. No decorrer do semestre serão solicitados provas, trabalhos individuais e de grupos, onde os critérios de avaliação compreendem: a expressão clara de ideias, a identificação dos principais conceitos trabalhados, a capacidade de estabelecer relação entre os conteúdos aprendidos, bem como com a prática investigada de forma autônoma.

 

BIBLIOGRAFIA

6. BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

GÓES, Maria Cecília Rafael de; LAPLANE, Adriana Lia Friszman de (Org.). Políticas e práticas de educação inclusiva. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

STAINBACK, Susan. Inclusão: Um guia para educadores. Artes Médicas, 1999.

SOARES, Maria Aparecida Leite; CARVALHO, Maria de Fátima. O professor e o aluno com deficiência. São Paulo: Cortez, 2012.

 

7. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

BRASIL. SEESP - Secretaria de Educação Especial. Disponível em  http://portal.mec.gov.br/seesp/

MARTINS, Lúcia de Araújo Ramos (Org). Inclusão: compartilhando saberes. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

PACHECO, José. Construindo trilhas para a Inclusão. Ed. Vozes, Rio de Janeiro: Petrópolis, 2012.

BEYER, Hugo Otto. Inclusão e avaliação na escola: de alunos com necessidades educacionais especiais . 4. ed. Porto Alegre: Mediação, 2013.

GÓES, Maria Cecília Rafael de; LAPLANE, Adriana Lia Friszman de (Org.). Políticas e práticas de educação inclusiva. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

 

Notícias do Curso

Ver todas