Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Disciplina: Estrutura de Aço e Madeira

Código: 30-360

Carga Horária: 80h (Teórica: 60h) (Prática: 20h)

Créditos: 04

Pré-Requistos: 30-273

Correquisitos: -

 

EMENTA

Análise das propriedades e características da madeira e do aço. Dimensionamento de elementos de aço e madeira. Estudo e dimensionamento de sistemas estruturais de aço e madeira. Ações do vento sobre as estruturas.

 

OBJETIVOS

A disciplina visa desenvolver competências técnicas sobre estruturas de aço e madeira aplicadas a projetos de estruturas metálicas e a projetos de estruturas de madeira a fim de possibilitar ao aluno dimensionar, detalhar e executar elementos estruturais atendendo as normas técnicas brasileiras. Buscando-se atender essas competências, os seguintes objetivos são apresentados:

- Identificar e compreender as propriedades do material aço e do material madeira desenvolvendo competências para o uso dos diferentes materiais em estruturas;

- Analisar e compreender projetos estruturais de aço e madeira aprimorando habilidades técnicas para o lançamento estrutural;

- Identificar e analisar estruturas de aço e de madeira

- Projetar, dimensionar e detalhar estruturas de aço e de madeira conforme as prescrições das normas técnicas desenvolvendo a habilidade para elaboração de projeto e execução da estrutura.

- Ser capaz de utilizar técnicas adequadas de observação, compreensão, registro e análise das necessidades dos usuários e de seus contextos sociais, legais, ambientais e econômicos;

- Realizar a avaliação critico reflexiva dos impactos das soluções de engenharia nos contextos sociais, legais, ambientais e econômicos;

- Ser capaz de compreender a legislação, a ética e a responsabilidade profissional e avaliar os impactos das atividades de engenharia na sociedade e no meio ambiente.

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

UNIDADE DE ENSINO 01 – ESTRUTURAS DE AÇO

Esta unidade visa habilitar ao acadêmico compreender os tipos de aços estruturais, as propriedades do material aço, assim como tensões e deformações e critérios de dimensionamento elástico e plástico de acordo com as normas aplicáveis.

 

Atividade prática: Realização de atividade prática para a fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 02 – PEÇAS TRACIONADAS

Esta unidade visa desenvolver a técnica adequada para o dimensionamento de peças de aço tracionadas determinando tensões admissíveis e área útil de acordo com prescrições técnicas.

 

Atividade prática: Realização de atividade prática para a fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 03 – PEÇAS COMPRIMIDAS

Esta unidade visa desenvolver habilidades para analisar o comprimento de flambagem, flexo-compressão e instabilidade lateral para o dimensionamento de elementos de aço comprimidos de acordo com as normas aplicáveis.

 

Atividade prática: Realização de atividade prática para a fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 04 – LIGAÇÕES PARAFUSADAS E SOLDADAS

Esta unidade visa trabalhar com os tipos de parafusos, disposição dos furos, tensões admissíveis e o dimensionamento de ligações parafusadas, assim como para as ligações soldadas desenvolver conceitos sobre os tipos de soldas, as tensões admissíveis e dimensionamento das ligações soldadas de acordo com prescrições técnicas.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 05 – DIMENSIONAMENTO DE VIGAS DE AÇO

Esta unidade visa aplicar os conceitos trabalhados em dimensionamento e detalhamento de vigas de aço conferindo a habilidade técnica para projetar estruturas de aço.

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 06 – DIMENSIONAMENTO DE TRELIÇAS DE AÇO

Esta unidade visa aplicar os conceitos trabalhados em dimensionamento e detalhamento de treliças de aço conferindo a habilidade técnica para projetar estruturas de aço.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

TDE 01: Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 01, 02, 03, 04, 05 e 06.

 

UNIDADE DE ENSINO 07 – ESTRUTURAS DE MADEIRA

Esta unidade visa trabalhar os tipos e as propriedades da madeira desenvolvendo competências para a aplicação no cálculo estrutural.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 08 – PEÇAS TRACIONADAS E COMPRIMIDAS

Esta unidade visa desenvolver a técnica adequada para o dimensionamento de peças de madeira submetidas a tração e a compressão de acordo com prescrições técnicas.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 09 – LIGAÇÕES DE PEÇAS ESTRUTURAIS

Esta unidade visa trabalhar com as ligações em peças estruturais de madeira possibilitando a competência para a aplicação em estruturas.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 10 – DIMENSIONAMENTO DE VIGAS DE MADEIRA

Esta unidade visa aplicar os conceitos trabalhados em dimensionamento e detalhamento de vigas de madeira conferindo a habilidade técnica para projetar estruturas de madeira.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

 

UNIDADE DE ENSINO 11 – DIMENSIONAMENTO DE TRELIÇAS DE MADEIRA

Esta unidade visa aplicar os conceitos trabalhados em dimensionamento e detalhamento de treliças de madeira desenvolvendo a competência para o dimensionamento de treliças de madeira.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

TDE 02: Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 07, 08, 09, 10 e 11.

 

UNIDADE DE ENSINO 12 – AÇÃO DO VENTO EM ESTRUTURAS

Esta unidade busca compreender a ação do vento em estruturas capacitando o aluno para a aplicação correta dos carregamentos gerados pelo vento.

 

Atividade prática: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

TDE 03: Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 12.

 

METODOLOGIA

Visando desenvolver competências apresentadas, as aulas serão desenvolvidas de forma variada e terão como metodologias: a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), a ativa e a sócio-interacionista. No intuito de desenvolver as competências inerentes à disciplina, poderão ser utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, materiais concretos e visita a laboratório, os exercícios resolvidos terão caráter de problemas reais encontrados em projetos estruturais. Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos no total de 20h, podendo envolver estudos de casos e problemas reais com e sem auxílio de softwares específicos envolvendo a aplicação dos conceitos trabalhados no dimensionamento de estruturas de concreto armado.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas escritas e Trabalhos Discentes Efetivos, estes últimos valendo 20% da média parcial.

As avaliações serão realizadas ao longo do semestre e distribuídas uniformemente de acordo com o plano de ensino. Numa aula que antecede uma avaliação serão dadas orientações a respeito da sistemática a ser adotada e os conteúdos exigidos, bem como os critérios específicos da avaliação. No instrumento de avaliação haverá de forma explícita e por escrito quanto valerá cada questão.

 

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

PFEIL, W; PFEIL, M. Estruturas de Aço: Dimensionamento Prático. 8. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2009.

PFEIL, W. Estruturas de Madeira. 6. ed., Rio de Janeiro: LTC, 2011.

REBELLO, Y. C. P. Estruturas de Aço, Concreto e Madeira: Atendimento da Expectativa Dimensional. 3. ed., São Paulo: Zigurate, 2008.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6123: forças devidas ao vento em edificações. Rio de Janeiro, 1988.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 7190: projeto de estruturas de madeira. Rio de Janeiro, 1997.

CALIL JUNIOR, C.; MOLINA, J. C. Coberturas em Estruturas de Madeira: Exemplos de Cálculo. São Paulo: PINI, 2010.

CALIL JR., C.; LAHR, F.A.R.; DIAS, A.A. Dimensionamento de elementos estruturais de madeira. Barueri, SP: Manole, 2003. 152p.

DIAS, L. A. de M. Estruturas de Aço: Conceitos, Técnicas e Linguagem. 5ª ed., São Paulo: Zigurate, 2006.

MEYER, K. F. Estruturas Metálicas: estruturas com tubos - projeto e introdução ao cálculo. Belo Horizonte, KM Engenharia, 2002.

MOLITERNO, A. Caderno de projetos de telhados em estruturas de madeira. 2.ed. São Paulo: Edgard Blücher, 461p.

PINHEIRO, A. C. F. B. Estruturas Metálicas - Cálculo, detalhes, exercícios e projetos (2ª edição), São Paulo, Edgad Blücher, 2001.

 

Notícias do Curso

Ver todas