Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Disciplina: Obras de Terra

Código: 30-346

Carga Horária: 40h (Teórica: 30h) (Prática: 10h)

Créditos: 02

Pré-Requisitos: 30-342

Correquisitos: -

 

EMENTA

Empuxos de Terra. Estabilidade de taludes. Estruturas de contenção. Aterros sobre solos moles. Geossintéticos. Projeto de muro de arrimo.

 

OBJETIVOS

A disciplina visa desenvolver habilidades para aplicação dos conceitos de mecânica dos solos, bem como normas técnicas específicas visando otimização técnica e econômica na elaboração de projetos de obras de terra. Buscando-se atender estas competências alguns objetivos específicos são delineados:

- Ser capaz de compreender e interpretar normas técnicas correlatas e aplica-las em projetos de Engenharia;

- Ser capaz de compreender e calcular empuxos de terra;

- Ser capaz de compreender e dimensionar estruturas de contenção;

- Desenvolver capacidade para avaliar a estabilidade de taludes;

- Ser capaz de compreender e dimensionar aterros sobre solos moles e soluções para aceleração dos recalques;

- Ser capaz de compreender e interpretar normas técnicas e as aplicações de geossintéticos em obras de terra;

- Ser capaz de formular e conceber soluções desejáveis de engenharia, analisando e compreendendo os usuários dessas soluções e seu contexto;

- Ser capaz de formular, de maneira ampla e sistêmica, questões de engenharia, considerando o usuário e seu contexto, concebendo soluções criativas, bem como o uso de técnicas adequadas;

- Ser capaz de conceber e projetar soluções criativas, desejáveis e viáveis, técnica e economicamente, nos contextos em que serão aplicadas.

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

 

UNIDADE DE ENSINO 01 – EMPUXOS DE TERRA

Esta unidade visa apresentar e trabalhar os conceitos relativos a empuxos de terra desenvolvendo competências para compreender o fenômeno sob diferentes condições do terreno, visando conceber, projetar soluções criativas, desejáveis e viáveis, técnica
e economicamente, nos contextos em que serão aplicadas.

 

Atividade prática 01: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos abordados.

 

UNIDADE DE ENSINO 02 – ESTABILIDADE DE TALUDES

Esta unidade visa apresentar os principais conceitos e generalidades relativos a estabilidade de taludes, desenvolvendo competências para compreender as normas técnicas específicas para a avaliação da estabilidade de taludes naturais (encostas) e taludes artificiais (aterros). A unidade visa ainda analisar e compreender os fenômenos físicos e químicos por meio de modelos análiticos e/ou computacionais, verificados e validados por experimentação.

 

TDE 01 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 02.

 

UNIDADE DE ENSINO 03 – ESTRUTURAS DE CONTENÇÃO

Esta unidade visa apresentar os tipos de obras de proteção e contenção, desenvolvendo competências para compreender as suas respectivas aplicações e as técnicas de retaludamento e reconstrução de aterros para os casos de instabilidade de taludes. A unidade visa ainda projetar e desenvolver novas estruturas empreendedoras e soluções inovadoras para os problemas relacionados à estruturas de contenção.

 

Atividade prática 02: Critérios de escolha de estrutura de contenção.

 

UNIDADE DE ENSINO 04 – ATERROS SOBRE SOLOS MOLES

Esta unidade visa trabalhar a análise da estabilidade e recalques em projetos de aterros sobre solos moles, desenvolvendo competências para avaliar e projetar soluções para a aceleração de recalques e instrumentação geotécnica neste tipo de obras de terra, visando conceber, projetar soluções criativas, desejáveis e viáveis, técnica e economicamente, nos contextos em que serão aplicadas.

 

Atividade prática 03: Realização de exercícios de fixação dos conteúdos trabalhados.

TDE 02 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 04.

 

UNIDADE DE ENSINO 05 – GEOSSINTÉTICOS

Esta unidade visa apresentar os principais conceitos e generalidades, desenvolvendo competências para compreender as normas técnicas específicas para geossintéticos e suas respectivas aplicações, visando conceber, projetar soluções criativas, desejáveis e viáveis, técnica e economicamente, nos contextos em que serão aplicadas.

 

Atividade prática 04: Utilização de geossintético e verificação ao atendimento das normas relacionadas.

 

UNIDADE DE ENSINO 06 – PROJETO DE UM MURO DE ARRIMO

Está unidade de ensino visa desenvolver um projeto de um muro de arrimo envolvendo as atividades já desenvolvidas nas unidades anteriores.

 

TDE 03 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 07.

 

METODOLOGIA

Visando desenvolver competências apresentadas, as aulas serão desenvolvidas de forma variada e terão como metodologias: a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), a ativa e a sócio-interacionista. No intuito de desenvolver as competências inerentes à disciplina, poderão ser utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, materiais concretos e softwares matemáticos, e a contextualização se dará através da resolução de problemas reais. Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos no total de 10h, podendo envolver resolução de exercícios e problemas reais com e sem auxílio de softwares específicos envolvendo a aplicação dos conceitos trabalhados à área de geotecnia, bem como a elaboração de um projeto completo de um muro de arrimo.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas escritas, projetos e Trabalhos Discentes Efetivos, estes últimos valendo 20% da média parcial.

As avaliações serão realizadas ao longo do semestre e distribuídas uniformemente de acordo com o plano de ensino. Na aula que antecede uma avaliação serão dadas orientações a respeito da sistemática a ser adotada e os conteúdos exigidos, bem como os critérios específicos da avaliação. No instrumento de avaliação haverá de forma explícita e por escrito quanto valerá cada questão.

 

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CAPUTO, H. P. Mecânica dos Solos e suas Aplicações. Rio de Janeiro: LTC, 1983. 4.v.

CRUZ, P. T. da. 100 Barragens Brasileiras: Casos históricos, Materiais de Construção, Projeto. São Paulo: Oficina de Textos, 1996.

MASSAD, F. Obras de Terra: Curso Básico de Geotecnia. 2. ed., São Paulo: Oficina de Textos, 2010.

GERSCOVICH, D.; SARAMAGO, R.; DANZIGER, B. R. Contenções: teoria e aplicações em obras, 2 ed., Rio de Janeiro: Oficina de textos, 2018.

GERSCOVICH, D. Estabilidade de taludes, 2 ed., Rio de Janeiro: Oficina de textos, 2016.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ALMEIDA, M. de S. S.; MARQUES, M. E. S. Aterros sobre Solos Moles. São Paulo: Oficinade Textos, 2010.

EHRLICH, M.; BECKER, L. Muros e Taludes de Solo Reforçado. São Paulo: Oficina de Textos, 2009.

PINTO, C. DE S. Curso básico de mecânica de solos. São Paulo, Ofic. de  Textos, 2000.

QUEIROZ, R. C. Geologia e Geotecnia Básica para Engenharia Civil. São Carlos: RIMA, 2009.

VERTEMATTI, J. C. Manual Brasileiro de Geossintéticos. São Paulo: Edgard Blucher, 2004.

 

Notícias do Curso

Ver todas