Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

DISCIPLINA DE LASERTERAPIA APLICADA À ODONTOLOGIA

CÓDIGO: 40-791

CARGA HORÁRIA: 30 (Teórica: 30)

Nº DE CRÉDITOS: 02

 

1 EMENTA

Fundamentos da física do laser e interações com tecidos odontológicos. Laser de alta e baixa intensidade. Aplicações de laser em Dentística, Endodontia e Periodontia. Cirurgia e Semiologia. Normas de proteção. Segurança no uso de laser.

 

2 OBJETIVO GERAL

Proporcionar ao aluno o conhecimento básico sobre utilização do laser na odontologia.

 

3 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Discutir com os alunos sobre os diferentes tipos de laser e suas indicações;

- Apresentar as vantagens e desvantagens da utilização da terapia laser;

- Proporcionar ao aluno as bases para a aplicação de protocolos clínicos da utilização de laser;

- Apresentar aos alunos diferentes aparelhos de laser, demonstrando o seu funcionamento, modos de aplicação e princípios de biossegurança na utilização do equipamento.

 

4 CONTEÚDOS CURRICULARES

Princípios do laser em Odontologia e Física do Laser

Diferentes tipos de laser

Interação do laser com os tecidos bucais

Aplicações do laser em Odontologia

Terapia com Laser de Baixa Potência em Odontologia

Terapia com Laser de Alta Potência em Odontologia

Protocolos clínicos empregando o Laser de Baixa Potência (LBP) em Odontologia

Seminários de Integração e Discussão de Casos Clínicos

 

5 METODOLOGIA

As aulas teóricas serão apresentadas com o auxílio de recursos audiovisuais, demonstrando aos alunos os equipamentos disponíveis na instituição, seus mecanismos de funcionamento e protocolos clínicos. Discussão de casos clínicos das diferentes áreas da odontologia onde é possível a utilização do LASER como método terapêutico. Possíveis dificuldades apresentadas pelos alunos em relação a acessibilidade ou dificuldades de aprendizado serão consideradas durante a condução das aulas teóricas e práticas, considerando cada caso e executando as adequações necessárias para o pleno aproveitamento das atividades por todos os alunos que compõem a turma. Alunos com dificuldades de aprendizado serão encaminhados à coordenação do curso de Odontologia, a qual irá direcionar o aluno ao serviço do CEAPPI (Centro de Estudos e Acompanhamento Psicológico e Psicopedagógico). Alunos que declarem-se com deficiência serão direcionados ao Núcleo de Acessibilidade da URI.

 

6 AVALIAÇÃO

         A avaliação dos alunos será baseada em seu desempenho teórico ao longo do semestre. Para isso, será composta uma média semestral na disciplina, a qual será constituída pelas avaliações teórica e prática.

         A avaliação teórica será composta pela média aritmética entre 2 (duas) provas durante o semestre (T1, T2), com questões dissertativas e/ou objetivas (incluindo somatórias), com pesos semelhantes: T1 = 10 pontos e T2 = 10 pontos. A nota teórica resultará em uma média entre 0 (zero) a 10 (dez), e será calculada: (T1 + T2) /2. O conteúdo teórico será cumulativo durante o semestre e poderá ser requisitado em todas as provas. Todas as questões deverão ser obrigatoriamente respondidas com caneta e letra legível. Questões respondidas à lápis e/ou ilegíveis serão consideradas erradas (nota = 0). Questões objetivas rasuradas e questões (objetivas ou descritivas) não respondidas também serão anuladas. O aluno que não preencher o campo reservado à sua identificação na prova receberá a nota 0 (zero), independentemente de ter respondido corretamente as questões.

          Em casos de faltas nas datas de realização das provas, o aluno terá direito à prova substitutiva caso apresente justificativa plausível e oficial. A eventual prova substitutiva será realizada em data a ser definida pelos professores conforme a disponibilidade de datas e horários. A justificativa para qualquer falta, em dia de prova ou qualquer outra atividade, deverá ser apresentada para um dos professores da disciplina para análise e para a coordenação do curso.

          Situações específicas onde o aluno apresente dificuldades de acesso as informações presentes na avaliação, dificuldade de entendimento da mesma ou ainda limitações motoras, a prova poderá ser aplicada de modo verbal, onde o professor poderá ditar as questões ao aluno ou apenas ler as questões, a fim de permitir a resolução da avaliação por todos os alunos que compõem a turma. O aluno será encaminhado à coordenação do curso para que possa ser direcionado ao serviço do CEAPPI (centro de estudos e acompanhamento psicológico e psicopedagógico).

          Possíveis limitações motoras ou de acesso as informações referentes a avaliação prática serão consideradas pelo corpo docente, e adequações no método de avaliação poderão ser executadas conforme a necessidade do aluno.

         O aluno que obtiver média final entre 5 (cinco) e 7 (sete) pontos, ainda terá o direito de realizar o exame, a ser confirmado pela Secretaria Acadêmica do Curso de Odontologia, e seguindo as normas do exame previstas no manual acadêmico. O aluno que não atingir a nota mínima de 5 (cinco) pontos na média final do semestre estará automaticamente reprovado, sem direito à realização de exame.

 

7 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CONVISSAR, Robert A. Princípios e práticas do laser na Odontologia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

EDUARDO, Carlos de Paula (Coord.). Fundamentos de Odontologia: lasers em Odontologia. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2010.

GARCEZ, Aguinaldo Silva; RIBEIRO, Martha Simões; NÚÑEZ, Silvia Cristina. Laser de baixa potência: princípios básicos e aplicações clínicas na Odontologia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

 

8 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BRUGNERA JÚNIOR, Aldo (et al.). Atlas de laserterapia aplicada à clínica odontológica. São Paulo: Santos, 2007.

DARVELL, B. W. Ciência dos materiais para Odontologia restauradora. 9. Ed. São Paulo: Santos, 2012.

GENOVESE, Walter João. Laser de baixa intensidade: aplicações terapêuticas em Odontologia. São Paulo: Santos, 2007.

GUTKNECHT, Norbert; EDUARDO, Carlos de Paula. A Odontologia e o laser: atuação do laser na especialidade odontológica. São Paulo: Santos, 2004.

PINHEIRO, Antônio Luiz B.; BRUGNERA JÚNIOR, Aldo; ZANIN, Fátima Antonia Aparecida. Aplicação do laser na Odontologia. São Paulo: Santos, 2010.

 

Notícias do Curso

Ver todas