Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

DISCIPLINA DE ODONTOLOGIA EM SAÚDE COLETIVA II

CÓDIGO: 40-756

CARGA HORÁRIA: 30 (Teórica: 15 / Prática: 15)          

Nº DE CRÉDITOS: 02

 

1 EMENTA

Estudo dos sistemas de saúde no mundo e modelos de atenção à saúde. Atenção Primária em Saúde. Redes de atenção à saúde. O trabalho em equipes multiprofissionais e as atribuições de cada profissional. Organização da saúde bucal na atenção básica e o cuidado por ciclo de vida. Vigilância em saúde. Princípios básicos de gestão em saúde.

 

2 OBJETIVO GERAL

Proporcionar ao aluno o conhecimento sobre a organização de sistemas de saúde em diversos países, promovendo a visão crítica e questionadora acerca da realidade local e regional, bem como o entendimento da organização das redes de atenção à saúde e da atenção básica e inserção do cirurgião-dentista na equipe multiprofissional, tendo em vista o fortalecimento da atenção primária em saúde e o desenvolvimento de habilidades de comunicação.

 

3 OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- Conhecer a organização de sistemas de saúde no mundo, de forma a refletir criticamente sobre as principais vantagens, desvantagens e desafios de cada modelo, contextualizando com a situação local e regional e destacando a importância do desenvolvimento da atenção primária em saúde, com foco em seu embasamento teórico;

- Desenvolver atividades de forma a reconhecer a importância da organização de redes de atenção à saúde e do trabalho em equipe, bem como as atribuições de cada membro da equipe de saúde, fomentando a integralidade da atenção e adoção de um conceito ampliado de saúde;

- Desenvolver no aluno do curso de Odontologia da URI Erechim habilidades necessárias para o trabalho em equipes multidisciplinares, para a liderança, gestão e comunicação com pacientes, profissionais da saúde e comunidade.

 

4 CONTEÚDOS CURRICULARES

  1. Sistemas de saúde no mundo - modelos de atenção à saúde
  2. Atenção Primária à Saúde
  3. Organização da Saúde Bucal na atenção básica
  4. Processo de trabalho em equipe - atribuições das equipes da Estratégia de Saúde da Família
  5. Visita domiciliar
  6. Redes de atenção à saúde
  7. Gestão em saúde
  8. Vigilância em saúde
  9. Organização da atenção à saúde bucal por meio do ciclo de vida do indivíduo
  10. Educação em saúde
  11. Cultura afrodescendente, africana
  12. Cultura indígena

 

5 METODOLOGIA

O processo de construção do conhecimento se dará a partir de visitas extramuros às comunidades e serviços de saúde, visando a observação para posterior problematização e síntese do conteúdo em sala de aula, a partir de estratégias pautadas em metodologias ativas.

Serão ministradas aulas teóricas, expositivas-dialogadas, conduzidas de forma a resgatar o conhecimento dos acadêmicos em disciplinas anteriormente ministradas, tendo como princípio norteador o diálogo entre professor e acadêmicos, bem como a atenção às particularidades dos discentes e da turma.

Para melhor compreensão dos assuntos abordados serão utilizados recursos audiovisuais, vídeos, softwares para enquetes e estudo dirigido, de forma a diversificar as estratégias e recursos utilizados em aula, tendo em vista o estímulo à participação e autonomia dos discentes.

A disciplina prevê a realização de visita domiciliar, visitas técnicas, mesas redondas e discussões em pequenos e grandes grupos, bem como a preparação e apresentação de relatórios embasados nas vivências proporcionadas pelas atividades práticas e na literatura científica.

 

6 AVALIAÇÃO

A avaliação da aprendizagem dos alunos será diagnóstica e cognitiva. Ocorrerá por meio da participação efetiva nas aulas, nas discussões, nas atividades práticas, na realização e entrega dos trabalhos em grupo e individuais e em apresentações orais.

O processo de avaliação seguirá o estipulado no Regimento Geral da Universidade no que diz respeito a notas e frequência, contando com, no mínimo, duas avaliações para a composição da média semestral da disciplina.

 

7 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CAMPOS, Gastão Wagner de Souza et al. Tratado de Saúde Coletiva. 2. ed. São Paulo: Hucitec, 2012.

PAIM, Jairnilson Silva; ALMEIDA-FILHO, Naomar de. Saúde coletiva: teoria e prática. 1aed. Rio de Janeiro: Medbook, 2014.

PEREIRA, Antonio Carlos. Odontologia em saúde coletiva: planejando ações e promovendo saúde. Porto Alegre: Artmed, 2008.

 

8 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ANTUNES, José Leopoldo Ferreira; PERES, Marco Aurélio. Fundamentos de Odontologia: Epidemiologia da Saúde Bucal. 2. ed. São Paulo: Santos, 2013.

BUZALAF, Marília Afonso Rabelo. Fluoretos e saúde bucal. São Paulo: Santos, 2013.

KRIGER, Léo (Coord). Promoção de saúde bucal: paradigma, ciência, humanização. 3. ed. São Paulo: Artmed, 2003.

MOYSÉS, Simone Tetu; KRIGER, Léo; MOYSÉS, Samuel Jorge (Coord.). Saúde bucal das famílias: trabalhando com evidências. São Paulo: Artmed, 2008.

PINTO, Vitor Gomes. Saúde bucal coletiva. 6. ed. São Paulo: Santos, 2013.

 

Notícias do Curso

Ver todas