Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

DISCIPLINA DE SEMIOLOGIA E ESTOMATOLOGIA INTEGRADA

CÓDIGO: 40-755

PRÉ-REQUISITOS: 20-400, 20-398

CARGA HORÁRIA: 60 (Teórica: 30 / Prática: 30)          

Nº DE CRÉDITOS: 04

 

1 EMENTA

Semiologia base para o atendimento de pacientes na prática odontológica. Diagnóstico diferencial das lesões bucais. Prontuário odontológico, exames complementares na estomatologia. Conduta, diagnóstico definitivo e prognóstico de lesões buco-maxilo-faciais.

 

2 OBJETIVO GERAL

Introduzir o aluno no conhecimento dos vários aspectos semiológicos aplicados às estruturas orais e anexas; e às alterações patológicas que acometem a estrutura bucal. Direcionar o conhecimento à etiopatogenia, epidemiologia, diagnóstico e evolução da doença; bem como aos meios preventivos e abordagem do paciente como um todo, de forma multidisciplinar.

 

3 OBJETIVOS ESPECÍFICOS

- Adquirir conhecimentos acerca das principais alterações de normalidade e conceitos de exame, diagnóstico e prognóstico em saúde bucal.

- A semiologia como base para o atendimento de todos os pacientes na prática odontológica.

- Diagnóstico diferencial das lesões bucais.

- Prontuário odontológico, exames complementares na estomatologia.

 

4 CONTEÚDOS CURRICULARES

  1. Prontuário e Anamnese; Protocolos clínicos
  2. Introdução à Estomatologia e Semiologia
  3. Variações Anatômicas Normais e Anomalias de Desenvolvimento
  4. Identificação de Lesões Fundamentais
  5. Câncer Oral
  6. Exame Geral e Exame Específico
  7. Exames Complementares I - Hemograma
  8. Exames Complementares II – Coagulograma e Exames de Glicemia
  9. Reações Medicamentosas na Cavidade Oral
  10. Cadeias Linfáticas
  11. Conceitos de Biópsia Aplicados à Estomatologia
  12. Análise Anatomopatológica
  13. Complicações Orais de Tratamentos de Câncer de Cabeça e Pescoço
  14. Manejo de Pacientes Imunocomprometidos
  15. Manifestações Orais de Pacientes Transplantados

 

5 METODOLOGIA

A metodologia a ser utilizada será através de aulas expositivas e dinâmicas de grupo (seminários), bem como metodologias ativas de discussões de artigos e debates de casos clínicos.

 

Metodologias Ativas:

- Seminário de Integração:

Tema: Seminário integrativo de conteúdos

Objetivo Geral: Elaboração de uma aula expositiva para apresentação ao grande grupo

Objetivos Específicos: Busca ativa de conteúdos envolvendo um tema específico, envolvimento a literatura científica; treinamento de dinâmica de apresentação em grande grupo; debate em grande grupo dos conteúdos apresentados.

Metodologia: delimitação de um tema específico e elaboração de uma aula expositiva de 30 minutos, de forma individual, para ser ministrada ao grande grupo; Sorteio de duas pessoas para apresentarem suas aulas desenvolvidas e, após, discussão aberta sobre os temas apresentados visando estimular a participação e melhor entendimento do conteúdo ministrado.

Avaliação: avaliação individual de cada apresentação elaborada e entregue para o professor em formato digital, com bônus para os alunos que forem sorteados e apresentarem para o grande grupo.

 

- Diagnóstico e Plano de tratamento Integrado em Odontologia

Tema: diagnóstico e plano de tratamento integrado em odontologia – tratamento indicado x tratamento real.

Objetivo Geral: Proporcionar conhecimentos específicos, interação com as diversas áreas da saúde. Reconhecer, classificar e distinguir alterações fisiológicas, estado de saúde bucal e geral, diagnóstico, planejamento e execução de tratamento.

Objetivos Específicos: Estimular senso crítico adaptativo da aplicação dos conhecimentos odontológicos para estabelecimento de plano de tratamento individual; Estimular debate e discussão de informações em grupo; Estimular integração de conhecimentos e trabalho em equipe para estabelecimento de diagnóstico e plano de tratamento odontológico.

Metodologia: Apresentação de imagens em power point e informações sobre casos clínicos específicos aos conteúdos ministrados; Dinâmica em grupo: reunião em grupos de alunos para discussão das informações e troca de conhecimentos para estabelecimento de diagnóstico e elaboração de um plano de tratamento para cada paciente.

Avaliação: Exposição do diagnóstico e plano de tratamento para o grande grupo e entrega do plano de tratamento escrito para o professor ao final.

 

6 AVALIAÇÃO

A avaliação será feita mediante:

1. Observação da frequência as atividade da disciplina;

2. Participação do aluno nas atividades proposta pela disciplina;

3. Desempenho individual através de provas escritas e apresentação de seminários;

4. Relacionamento com colegas e professores.

 

7 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BORAKS, S. Semiotécnica, diagnóstico e tratamento das doenças da boca. Artes Médicas, 2013.

JUNIOR, O.C. Fundamentos de Odontologia - Estomatologia. Santos, 2014.

NEVILLE, B. et al. Patologia Oral e maxilofacial. Rio de Janeiro, Elsevier, 2009.

 

8 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BORAKS, S. Medicina bucal: tratamento clínico-cirúrgico das doenças bucomaxilofaciais. São Paulo: Artmed, 2011.

GOES, P. S. A. de; MOYSÉS, S. J. Planejamento, gestão e avaliação em saúde bucal. São Paulo: Artmed, 2012.

PALLA, S. Mioartropatias do sistema mastigatório e dores orofaciais. São Paulo: Artmed, 2004.

PITTS, N. Cárie dentária: diagnóstico e monitoramento. São Paulo: Artmed, 2012.

SIQUEIRA, J. T. T.; TEIXEIRA, M. J. Dores orofaciais: diagnóstico e tratamento. São Paulo: Artmed, 2012.

 

Notícias do Curso

Ver todas