Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim - Nutrição
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências da Saúde

Disciplina: NUTRIÇÃO FUNCIONAL - A

Código: 40-1363

Carga Horária: 40h (Teórica: 30hs - TDE: 10hs)

Nº de Créditos: 02

 

Ementa

A disciplina aborda os aspectos bioquímicos e funcionais de cada indivíduo, desenvolvendo intervenções individualizadas para restaurar o  equilíbrio fisiológico e bioquímico de cada pessoa. Embasada na pesquisa científica e sua aplicação clínica, busca equilibrar e compreender a interação existente entre todos os sistemas do corpo humano, em conjunto com as características dos nutrientes.

 

Objetivos

A disciplina visa oportunizar ao acadêmico de Nutrição os conhecimentos básicos sobre a Nutrição Funcional e as necessidades nutricionais de cada indivíduo.

Buscando-se atender estas competências, alguns objetivos específicos são delineados:

-  Introduzir os conhecimentos básicos relativos à Nutrição Funcional;  

- Desenvolver a sensibilidade dos futuros profissionais para a individualidade bioquímica e nutricional de cada pessoa;  

- Conhecer a funcionalidade dos alimentos no organismo;  

- Avaliar a interação do organismo humano com o alimento e o funcionamento do processo de nutrição dos indivíduos;  

- Entender a importância que o alimento e o processo alimentar exercem para determinar nosso melhor estado físico, mental e emocional;

- Proporcionar a prevenção de patologias através da elaboração de um planejamento dietético funcional.

 

Conteúdos Curriculares

UNIDADE DE ENSINO 1 – Introdução e Fundamentos da Nutrição Funcional

Apresentar a Introdução à Nutrição Funcional e a Legislação; diferenciar a Nutrição Funcional e os Alimentos Funcionais; Nutrição Funcional e a Nutrição Tradicional, bem como a atuação do Profissional. Apresentar os nutrientes funcionais e agentes antioxidantes (Vitaminas, Minerais, Ácidos graxos). Suplementação de micronutrientes (legislação, recomendações de uso).

 

UNIDADE DE ENSINO 2 – Fitoquímicos e compostos bioativos. Nutrição Funcional nas patologias

Apresentar as funções dos fitoquímicos e compostos bioativos, fonte, legislação, recomendações de uso.

Apresentar a aplicação  da Nutrição Funcional nas patologias: desequilíbrios funcionais, estresse oxidativo, disbiose intestinal. Regulação Hormonal e de neurotransmissores (metabolismo da insulina). Obesidade. Nutrição Funcional aplicada a estética.

 

Metodologia

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: tradicional (expositivo-dialogadas com contextualização e com estudos dirigidos), ativa e sócio interacionista. No intuito de desenvolver as competências inerentes à disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet), sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Os alunos desenvolverão Trabalhos Discentes Efetivos no total de 10h, podendo envolver estudos de caso, pesquisas bibliográficas, produção de vídeos, e outras possibilidades. A fixação dos conteúdos será por meio de trabalhos e/ou seminários, estudos de caso e estudo dirigido.

 

Avaliação

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas objetivas e ou discursivas com peso 8,0 (avaliação de competências técnicas e competências cognitivas); Trabalhos Discentes Efetivos, estes últimos com peso 2,0.

As avaliações serão realizadas ao longo do semestre e distribuídas uniformemente de acordo com o plano de ensino. Numa aula que antecede uma avaliação serão dadas orientações a respeito da sistemática a ser adotada e os conteúdos exigidos, bem como os critérios específicos da avaliação.

 

Bibliografia Básica

COZZOLINO, S. M. F. Biodisponibilidade de nutrientes.  5 ed.  Barueri: Manole, 2016.

Consultado na plataforma Minha Biblioteca, de acesso restrito. Disponível em:

<https://integrada.minhabiblioteca.com.br/books/9788520451113/pageid/5>. Acesso em: 06 de outubro de 2021.

PASCHOAL, V.; NAVES, A.; FONSECA, A.B.B.L. Nutrição clínica funcional: dos princípios à prática clínica. São Paulo: Metha, 2008.

SOUZA, Luciana; MARTÍNEZ, Daniela Graciela Aguirre. Nutrição Funcional e Fitoterapia. Porto Alegre: SAGAH, 2017. Consultado na plataforma Minha Biblioteca, de acesso restrito. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/books/9788595021297>. Acesso em 06 de outubro de 2021

 

Bibliografia Complementar

GUYTON, A.C.; HALL, J.E. Tratado de fisiologia médica. 11. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

MAHAN, L. Kathleen. RAYMOND, Janice L. Krause alimentos, nutrição e dietoterapia. 14.

ed. - Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. Consultado na plataforma Minha Biblioteca, de acesso restrito. Disponível em:

https://integrada.minhabiblioteca.com.br/reader/books/9788595151635/epubcfi/6/8%5B%3B vnd.vst.idref%3DB9788535286632001051%5D!/4/2/80%5Bp0190%5D/1:26%5B866%2C32

%5 D. Acesso em 06 de outubro de 2021.

PÓVOA, H. O cérebro desconhecido: como o sistema digestivo afeta nossas emoções, regula nossa imunidade e funciona como um órgão inteligente. Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

SILVA, S. M. C. S.; MURA, J. D. P. Tratado de alimentação, nutrição e dietoterapia. 2. ed. São Paulo: Roca, 2011.

WAITZBERG, D. L. Nutrição Oral, Enteral e Parenteral na Prática Clínica. 4. ed. São Paulo: Atheneu, 2009. v 1 e 2 v.

Fique por dentro

Ver mais