Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim - Nutrição
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências da Saúde

Disciplina: NUTRIÇÃO E LONGEVIDADE - A

Código: 40-1354

Carga Horária: 40h (Teórica: 20hs - Prática: 10hs - TDE: 10hs)

Nº de Créditos: 02

 

Ementa  

Estuda o envelhecimento da população, epidemiologia e aspectos socioculturais, direitos da pessoa idosa, Teorias sobre o envelhecimento, alterações fisiológicas, Cuidado Nutricional e Qualidade de Vida, Doenças Neurológicas (Parkinson e Doença do Alzheimer), e úlcera (lesão de pressão).   

 

Objetivos  

A disciplina visa desenvolver habilidades para identificar o processo de envelhecimento e o cuidado nutricional nesta fase de vida.

Buscando-se atender estas competências alguns objetivos específicos são delineados:

- Adquirir conhecimento sobre os dados epidemiológicos do envelhecimento.

- Refletir sobre a situação do idoso no contexto sociocultural.

- Conhecer os direitos da pessoa idosa.

- Compreender as modificações fisiológicas do envelhecimento.  

- Identificar as Recomendações Dietéticas no Envelhecimento, para o idoso saudável.

- Identificar as Recomendações Nutricionais nas Doenças Neurológicas (Parkinson e Doença do Alzheimer), e úlcera/lesão de pressão.

- Conceituar qualidade de vida no envelhecimento.  

- Interagir com idosos por meio de visitas e atividades nutricionais em Instituições de Longa Permanência, programas e projetos da universidade e/ou comunidade.

 

Conteúdos Curriculares

 

UNIDADE DE ENSINO 01  –  Epidemiologia, aspectos socioculturais e legislação do Idoso.  

Apresentar os dados epidemiológicos e aspectos socioculturais do envelhecimento, Estatuto da pessoa idosa - Direitos Humanos.

 

UNIDADE DE ENSINO 02 – Teorias e modificações fisiológicas do envelhecimento.  

Conhecer as Teorias sobre o envelhecimento humano e as modificações fisiológicas no envelhecimento.  

 

UNIDADE DE ENSINO 03 – Recomendações dietéticas e envelhecimento  

Aprender sobre as recomendações Dietéticas no Envelhecimento, para o idoso saudável.

Recomendações Nutricionais nas Doenças Neurológicas (Parkinson e Doença do Alzheimer), e úlcera/lesão de pressão.

 

Aulas práticas: conteúdo referente a Unidade de ensino 3. Visitas técnicas e atividades com pacientes Institucionalizados e não institucionalizados (grupos de convivências de idosos).  

 

UNIDADE DE ENSINO 04 - Qualidade de vida no envelhecimento.

Aprender sobre qualidade de vida no envelhecimento.

 

Metodologia

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: tradicional (expositivo-dialogadas com contextualização e com estudos dirigidos), ativa e sócio interacionista. No intuito de desenvolver as competências inerentes à disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet), sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe), visitas técnicas. Os alunos desenvolverão Trabalhos Discentes Efetivos no total de 10h, podendo envolver estudos de caso, pesquisas bibliográficas, resolução de problemas, casos clínicos, produção de vídeos, e outras possibilidades. A fixação dos conteúdos será por meio de resolução de estudos de caso, seminários, estudos dirigidos entre outras. Dentre as atividades a serem realizadas durante as 40 horas previstas nesta disciplina, constam 10 horas de atividades extensionistas. Ações extensionistas são classificadas como (i) projeto, (ii) curso, oficina e/ou workshop, (iii) evento, (iv) produto acadêmico, ou (v) prestação de serviço.

 

Avaliação  

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, e serão realizadas ao longo do semestre por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas, exercícios, arguições e/ou seminários, trabalhos acadêmicos. Os Trabalhos Discentes Efetivos, terão peso de 20% da média parcial.

As aulas com utilização de metodologia ativa (sala de aula invertida ou outra) terão, especialmente, mas não exclusivamente, avaliação contínua, ou seja, avaliação constante do desempenho técnico, cognitivo e comportamental dos alunos para possíveis redirecionamentos metodológico/educativos.

 

Bibliografia Básica

SILVA, Maria de Lourdes do Nascimento da; MARUCCI, Maria de F´tima Nunes; ROEDIGER, Manuela de Almeida. Tratado de nutri¸a~o em gerontologia. Edição Digital. Barueri, SP: Manole, 2016. Consultado na plataforma Minha Biblioteca, de acesso restrito. Disponível em:<

https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788520450222/cfi/0!/4/2@100:0.00 >. Acesso em: 05 de outubro de 2021.

MAHAN, L. Kathleen; RAYMOND, Janice L. Krause alimentos, nutrição e dietoterapia. 14. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2020.

VITOLO, Márcia Regina (Org.). Nutrição: da gestação ao envelhecimento. Rio de Janeiro: Rubio, 2015.  

 

Bibliografia Complementar

BUSNELLO, Fernanda Michielin. Aspectos nutricionais no processo do envelhecimento. São Paulo: Atheneu, 2007.  

CAMPOS, Ana Cristina Viana; CORREA, Antonio Henrique da Mata; BERLEZI, Evelise Moraes.  Envelhecimento Um Processo Multidimensional.1 ed. Ijuí: UNIJUI, 2014.  

FREITAS, Elizabete Viana de; PY, Ligia. Tratado de geriatria e gerontologia.4. ed. [Reimpr.] Edição Digital. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2018. Plataforma Minha Biblioteca.

Disponível

em:<https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788527729505/cfi/6/10!/4/2/4@0:>. Acesso em: 05 de outubro de 2021.

RAMOS, Luiz Roberto; CENDOROGLO, Maysa Seabra. Guia de geriatria e gerontologia. 2. ed. Barueri, SP: Manole, 2011. Plataforma Minha Biblioteca, de acesso restrito. Disponível

em:<

https://integrada.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788520451908/cfi/4!/4/2@100:0.00>. Acesso em: 05 de outubro de 2021.

SCHWANKE, Carla H. A. (Org.). Atualizações em geriatria e gerontologia III: nutrição e envelhecimento. Porto Alegre: Edipucrs, 2010.  

Fique por dentro

Ver mais