Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim - Nutrição
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências da Saúde

Disciplina: EPIDEMIOLOGIA - A

Código: 40-1343

Carga Horária: 40h (Teórica: 30 horas)  (TDE: 10 horas)

Nº de Créditos: 02

 

Ementa

Introdução dos fundamentos teóricos, métodos e técnicas do conhecimento epidemiológico e apresentação de situações de aplicação na saúde coletiva.  

 

Objetivos

A disciplina visa desenvolver habilidades para proporcionar conhecimentos b´sicos de epidemiologia no campo do conhecimento sobre saúde coletiva.  Buscando-se atender estas competências alguns objetivos específicos são delineados:

- Conhecer conceitos b´sicos sobre epidemiologia;

- Entender a import^ncia da epidemiologia na prevenção e promoção da saúde;

- Identificar os principais problemas da epidemiologia nutricional;

- Inicializar a pr´tica da pesquisa epidemiológica.  

 

Conteúdos Curriculares

 

UNIDADE DE ENSINO 01 – Epidemiologia, Saúde e Doença.

Apresentar aos alunos os problemas  relacionados a saúde pública e a importância da estatística vital. Relação saúde-doença. História natural da doença. Níveis de prevenção.

Noções de epidemiologia. Valores absolutos e valores relativos. Coeficientes e índices utilizados em saúde pública. Variação na ocorrência de doenças. Investigação epidemiológica de pandemia, epidemia, endemia, casos e surto. Sistemas de informação em saúde. Vigilância epidemiológica.

 

TDE 01 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 01.  

 

UNIDADE DE ENSINO 02  -  Aplicação da epidemiologia na saúde baseada em evidências.  

Apresentar a validade de um teste diagnóstico e delineamentos de estudos. Sensibilidade.  

Especificidade. Falso positivo. Falso negativo. Valor preditivo positivo. Valor preditivo negativo. Eficácia. Efetividade. Viés de aferição. Viés de confusão. Principais tipos de estudos.

Descritivos. Analíticos: estudo ecológico, inquéritos epidemiológicos, tendência temporal, transversal, caso-controle, coorte, ensaio clínico.

 

TDE 02 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 02.  

 

UNIDADE DE ENSINO 03 – Epidemiologia das doenças problemas em saúde pública.

Apresentar aos alunos as relações de trabalho, saúde e doenças ocupacionais. Legislação.

Prevenção de acidentes de trabalho. Considerações sobre riscos ocupacionais.  

Principais problemas relacionados a saúde nutricional. Epidemiologia das doenças infecciosas e não infecciosas. Cadeia do processo infeccioso. Epidemiologia de doenças de razões étnicas e comuns em afrodescendentes.  

Vigil^ncia sanit´ria. Saneamento. Abastecimento de ´gua. Esgotamento sanit´rio.

Saneamento de resíduos sólidos. Controle de alimentos contaminados.

 

TDE 03 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 03.  

 

 

 

 

Metodologia

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: tradicional (expositivo-dialogadas com contextualização e com estudos dirigidos), ativa e sócio interacionista.  No  intuito de desenvolver as competências inerentes à disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet), sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Os alunos desenvolverão Trabalhos Discentes Efetivos no total de 10h, podendo envolver pesquisas bibliográficas, resolução de problemas, produção de vídeos, estudos dirigidos e outras possibilidades. A fixação dos conteúdos será por meio de seminários, leitura de artigos, debates, estudos dirigidos entre outros.  

 

Avaliação

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as compete^ncias propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acade^mico, e serão realizadas ao longo do semestre por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas, exercícios, arguições e/ou semin´rios, trabalhos acade^micos. Os Trabalhos Discentes Efetivos, terão peso de 20% da média parcial.

As aulas com utilização de metodologia ativa (sala de aula invertida ou outra) terão, especialmente, mas não exclusivamente, avaliação contínua, ou seja, avaliação constante do desempenho técnico, cognitivo e comportamental dos alunos para possíveis redirecionamentos metodológico/educativos.

 

Bibliografia Básica

BEAGLEHOLE, R.; BONITA, R.; KEJELLSTROM, T. Epidemiologia básica. São Paulo: Santos, 2001 e 2010.

PEREIRA, Maurício Gomes. Epidemiologia: teoria e prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2012.

ROUQUAYROL, Maria Zélia; SILVA, Marcelo Gurgel Carlos da (Org). Epidemiologia e saúde. 7. ed. Rio de Janeiro: Medbook, 2014.

 

Bibliografia Complementar

ALMEIDA FILHO, Naomar de; ROUQUAYROL, Maria Zélia. Introdução à epidemiologia. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Guia de vigilância epidemiológica. 6. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2006.  

GALLEGUILLOS, Tatiana Gabriela Brassea. Epidemiologia - Indicadores de Saúde e Análise de Dados  -  Disponível em:

https://integrada.minhabiblioteca.com.br/reader/books/9788536520889/. Acesso em 03/10/2021.

MARTINS, Amanda de Ávila Bicca.  Epidemiologia.  Disponível em:

https://integrada.minhabiblioteca.com.br/reader/books/9788595023154/pageid/0. Acesso em:

03/10/2021.

MEDRONHO, Roberto A (Coord.). Epidemiologia. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2011.  

Fique por dentro

Ver mais