Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim - Nutrição
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências Biológicas

Disciplina: BIOQUÍMICA METABÓLICA

Código: 20-782

Carga Horária: 80h (Teórica: 40 horas)  (Prática: 20) (TDE: 20 horas)

Nº de Créditos: 04

 

Ementa

Estrutura e função de biomoléculas: aminoácidos, proteínas, lipídeos, carboidratos e nucleotídeos. Propriedades de enzimas. Metabolismo energético. Principais vias do catabolismo e anabolismo e sua integração. Patologias relacionadas ao metabolismo.

 

Objetivos

A disciplina visa desenvolver habilidades para aplicação de conceitos sobre a estrutura, propriedades e funções de biomoléculas orgânicas, destacando os processos bioquímicos nos diferentes estados metabólicos e sua relação com fenômenos fisiológicos e patológicos essenciais para a formação do profissional Nutricionista.

Buscando-se atender estas competências alguns objetivos específicos são delineados:

- Aplicar bases bioquímicas na estrutura e funcionamento celular.

- Compreender o metabolismo energético e sua regulação.

- Conhecer as principais vias do catabolismo e anabolismo nos diferentes estados metabólicos e sua importância para o funcionamento celular e fisiologia dos principais tecidos.

- Conhecer a integração entre diferentes tecidos e a regulação do metabolismo nos principais estados metabólicos, bem como o papel dos hormônios envolvidos.  

- Compreender bases bioquímicas de patologias relacionadas ao metabolismo.

- Aplicar os princípios bioquímicos na leitura de artigos técnico-científicos e interpretação de casos clínicos.

 

Conteúdos Curriculares

 

UNIDADE DE ENSINO 01 – Estrutura e função de biomoléculas orgânicas e introdução ao metabolismo

Trabalhar os conceitos de estrutura e função de aminoácidos, proteínas, lipídeos, carboidratos e nucleotídeos. Enzimologia. Estudar os conceitos de bioenergética e sua relação com o metabolismo celular.

 

TDE 01 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 01.  

 

UNIDADE DE ENSINO 02 – Metabolismo energético  

Conhecer os principais componentes da cadeia respiratória mitocondrial e o processo da fosforilação oxidativa como principal fonte de ATP da célula. Inibidores e desacopladores da fosforilação oxidativa. Compreender o funcionamento do ciclo de Krebs e seu papel no

metabolismo energético mitocondrial.   

 

TDE 02 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 02.  

 

UNIDADE DE ENSINO 03 – Metabolismo de carboidratos e lipídeos

Estudar as principais vias do catabolismo e anabolismo de carboidratos e lipídeos nos vários estados metabólicos, incluindo os estados alimentado, de jejum e de exercício. Conhecer as principais patologias relacionadas ao metabolismo de carboidratos e lipídeos.  

 

TDE 03 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 03.  

 

 

UNIDADE DE ENSINO 04 – Metabolismo de aminoácidos e nucleotídeos

Estudar as principais vias do catabolismo e anabolismo de aminoácidos e nucleotídeos nos vários estados metabólicos, incluindo os estados alimentado, de jejum e de exercício. Conhecer as principais patologias relacionadas ao metabolismo de aminoácidos e

nucleotídeos.  

 

TDE 04 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 04.  

 

UNIDADE DE ENSINO 05  –  Integração do metabolismo, metabolismo do etanol e Diabetes Mellitus  

Estudar o metabolismo de forma integrada entre os diferentes tecidos nos principais estados metabólicos, bem como o papel dos hormônios envolvidos, incluindo a insulina, glucagon, adrenalina e cortisol. Estudar o metabolismo do etanol e suas consequências para o organismo. Compreender as bases bioquímicas e consequências metabólicas do Diabetes Mellitus.

 

 TDE 05 – Atividade conforme normatização envolvendo os conteúdos da Unidade 05.  

 

Metodologia

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: tradicional (expositivo-dialogadas com contextualização e com estudos dirigidos), ativa e sócio-interacionista. No intuito de desenvolver as competências inerentes à disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet, planilhas eletrônicas), sala de aula, laboratório de bioquímica, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Os alunos desenvolverão Trabalhos Discentes Efetivos no total de 20h, podendo envolver estudos de caso, pesquisas bibliográficas, resolução de problemas, produção de vídeos, e outras possibilidades. A fixação dos conteúdos será por meio de resolução de exercícios e problemas, interpretação de casos clínicos, leitura de livro texto e artigos científicos, dentre outras.  

 

Avaliação

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, e serão realizadas ao longo do semestre por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas, exercícios, arguições e/ou seminários, trabalhos acadêmicos. Os Trabalhos Discentes Efetivos, terão peso de 20% da média parcial.

As aulas com utilização de metodologia ativa (sala de aula invertida e/ou peer instruction ou outra) terão, especialmente, mas não exclusivamente, avaliação contínua, ou seja, avaliação constante do desempenho técnico, cognitivo e comportamental dos alunos para possíveis redirecionamentos metodológico/educativos.

    

Bibliografia Básica  

VOET, Donald; VOET, Judith G; PRATT, Charlotte W. Fundamentos de bioquímica. Porto Alegre: Artmed, 2013, 2008, 2002.

NELSON, David L; COX, Michael M. Princípios de bioquímica de Lehninger. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2011.

DEVLIN, Thomas M (Coord.). Manual de bioquímica com correlações clínicas. São Paulo: Edgard Blucher, 1997.

 

Bibliografia Complementar

CAMPBELL, Mary K.; FARRELL, Shawn O. Bioquímica. São Paulo: Cengage Learning, 2011, 2008.

HARVEY, Richard A; FERRIER, Denise R. Bioquímica ilustrada. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

HOUSTON, Michael E., 1941; TENGAN, Fátima Mitiko (Trad.). Bioquímica básica da ciência do exercício. São Paulo: Roca, 2001.

MOTTA, Valter T. Bioquímica clínica para o laboratório: princípios e interpretações. 5. ed. Rio de Janeiro: Medbook, 2009.

RIEGEL, Romeo Ernesto. Bioquímica. 3. ed. São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 2012, 2001.

Fique por dentro

Ver mais