Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Disciplina: EDUCAÇÃO E INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL

Código: 20-534

Carga Horária: 40h (Teórica: 20h)  (Extensão: 20h)

Nº de Créditos: 02

Pré-requisitos: ----

 

Ementa

Histórico da Educação ambiental - movimento ambientalista e educação. Política Nacional de Educação Ambiental. Educação ambiental e políticas públicas. Educação Ambiental na Gestão Pública. Educação Ambiental na Gestão Empresarial. Projetos e Ações de Educação Ambiental na formação de profissionais da área ambiental

 

Objetivos

- Compreender a Educação Ambiental como uma educação cidadã, responsável, crítica, participativa, em que o sujeito aprende a partir de conhecimentos científicos e com o reconhecimento dos saberes tradicionais.

- Refletir sobre a importância da Educação Ambiental na construção de conhecimentos, desenvolvimento de habilidades, atitudes e valores sociais, no cuidado com a comunidade de vida, na justiça e na equidade socioambiental, e na proteção do meio ambiente natural e construído.

- Desenvolver competências e habilidades para a elaboração e aplicação de projetos de Educação Ambiental, em situações reais e cotidianas.

 

Conteúdos Curriculares

1 Histórico da Educação ambiental - movimento ambientalista e educação

2 Política Nacional de Educação Ambiental

3 Educação ambiental e políticas públicas:

- Educação Ambiental em Unidades de Conservação

- Educação Ambiental na Agricultura Familiar

- Educação Ambiental na Gestão da Água e Saneamento

- Educação Ambiental no Licenciamento Ambiental

4 Educação Ambiental na Gestão Pública

5 Educação Ambiental no Gestão Empresarial

6 Projetos e Ações de Educação Ambiental na formação de profissionais da área ambiental

- Estratégias de abordagem comunitária

- Experiências em Educação Ambiental nos diversos setores da sociedade.

- Elaboração, execução e avaliação de atividades de Educação Ambiental vinculados a Programas de Extensão da Universidade ou a programas de natureza governamental ou pública, que atendam às políticas municipais, estaduais e nacional.

 

Metodologia

A disciplina será desenvolvida através de aulas teóricas e/ou expositivas e/ou práticas, com recursos audiovisuais e/ou digitais (vídeo, filme, slides), resolução de problemas, seminários, discussões/reflexões em grupos, e produções textuais. O TDE será trabalhado através de estudos teóricos e/ou práticos, leituras, exercícios, trabalhos e fóruns de discussão, com ou sem auxílio de recursos audiovisuais e digitais.

Está previsto na disciplina, o planejamento, realização e avaliação de atividades de extensão em Educação Ambiental, em parceria com diferentes setores da sociedade. Serão produzidos materiais didático-pedagógicos para subsidiar a realização das atividades. As atividades estarão vinculadas a Programas de Extensão da Universidade ou a programas de natureza governamental ou pública, que atendam às políticas municipais, estaduais e nacional. Atendem à Resolução nº 2781/CUN/2020, que dispõe sobre Curricularização da Extensão nos Cursos de Graduação da URI.  

 

Avaliação

O sistema de avaliação da disciplina atende ao estabelecido no Regimento Interno da URI, Resolução nº 2318/CUN/2017- Capítulo XI, Subseção VII, Art.85-92 “do planejamento de ensino e da avaliação da aprendizagem”.

A avaliação constituir-se-á num processo em que se evidencia o desenvolvimento de habilidades e competências, sendo uma ação contínua, permanente e reflexiva, pautada em uma avaliação formativa. Para o TDE a avaliação será composta pela realização das atividades encaminhadas que levam em consideração os conteúdos e competências esperadas para a disciplina e contemplarão 20% da nota total da disciplina.

 

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica

BRASIL. Ministério do Meio ambiente. Identidades da Educação Ambiental Brasileira. Brasília: Diretoria de Educação Ambiental, 2004.

BRASIL. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Os diferentes matizes da educação ambiental no Brasil. Brasília,DF: MMA, 2008. Disponível em: https://www.mma.gov.br/estruturas/educamb/_arquivos/dif_matizes.pdf.

MONTEIRO, Rafael de Araujo Arosa; SORRENTINO, Monteiro; JACOBI, Pedro Roberto. Diálogo e transição educadora para sociedades sustentáveis. [Recurso eletrônico]. São Paulo: IEE-USP: Editora Na Raiz, 2020. Disponível em: https://editoranaraiz.wordpress.com/2020/09/22/livro-dialogo-e-transicao-e-educadora-para-sociedades-sustentaveis/

 

Bibliografia Complementar

Artigos da Revista Brasileira de Educação Ambiental. Disponíveis em: https://periodicos.unifesp.br/index.php/revbea

Artigos da Revista Pesquisa em Educação Ambiental. Disponíveis em: http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/pesquisa

Artigos da Revista REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Disponíveis em: https://periodicos.furg.br/remea

BRASIL. MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Série - Educação Ambiental e Comunicação em Unidades de Conservação. Brasília: MMA, 2015. Disponível em: https://www.mma.gov.br/publicacoes/educacao-ambiental/category/154-serie-ea-uc.html

SATO, M.; CARVALHO, I. Educação Ambiental: pesquisa e desafios. Porto Alegre: Artmed, 2005.

 

 

Notícias do Curso

Ver todas