Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências Biológicas

Disciplina: ECOLOGIA DE ECOSSISTEMAS

Código: 20-528

Carga Horária: 80h (Teórica: 50h)  (Prática: 10h) (TDE: 20h)

Nº de Créditos: 04

Pré-requisitos: 20-485

 

Ementa

O conceito de ecossistema; O ambiente físico; Estrutura e dinâmica trófica; Ciclos biogeoquímicos; Biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas; Impactos antrópicos nos ecossistemas; Valoração de bens e serviços dos ecossistemas; Manejo, restauração e conservação de ecossistemas; Agroecossistemas.

 

Objetivos

- A disciplina objetiva que o aluno adquira conhecimento necessário para Discutir e analisar criticamente conceitos e processos básicos de Ecologia de Ecossistemas.

- Ao término da disciplina, o aluno deverá ser capaz de atingir total ou parcialmente as seguintes competências e habilidades: capacidade de comunicação e educação permanente; pensamento lógico e metodológico; capacidade de análise, interpretação e síntese com base no conhecimento teórico e científico vigente.

 

Conteúdos Curriculares

UNIDADE 1- CONCEITO DE ECOSSISTEMAS

- História da Ecologia

- Conceito de Ecossistema

- Escalas em Ecologia

- Abordagens de estudos em Ecologia

 

UNIDADE 2- AMBIENTE FÍSICO

- Clima

- Fatores abióticos

- Fatores limitantes

 

UNIDADE 3- ESTRUTURA E DINÂMICA TRÓFICA

- Produtividade primária

- Decomposição e ciclagem de nutrientes

- Cadeias tróficas

 

UNIDADE 4- CICLOS BIOGEOQUÍMICOS

- Ciclo hidrológico

- Ciclo do Carbono

- Ciclo do Nitrogênio

- Ciclo do Fosfóro

- Ciclo do Enxofre

- Microementos

 

UNIDADE 5- BIODIVERSIDADE E O FUNCIONAMENTO DOS ECOSSISTEMAS

- Conceito de Biodiversidade

- Relações entre Biodiversidade e funcionamento dos ecossistemas

 

UNIDADE 6- Impactos antrópicos nos ecossistemas

- Mudanças climáticas

- Fragmentação de habitats

UNIDADE 7- Valoração de bens e serviços dos ecossistemas

- Valoração ambiental

- Serviços ecossistêmicos

 

UNIDADE 8- Manejo, restauração e conservação de ecossistemas

- Manejo de ecossistemas

- Restauração ambiental

- Conservação ambiental

 

UNIDADE 9- Agroecossistemas

- Agroecossistemas

- Agroecologia

 

Metodologia

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), a ativa e a sócio-interacionista (professor como mediador de atividades em que os alunos trabalham em equipes e interagem com a comunidade universitária). No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador, sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Também serão realizadas aulas práticas laboratoriais com a utilização de lâminas histológicas. Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos totalizando 20h.

 

Avaliação

O sistema de avaliação desta disciplina está de acordo com o que determina o Regimento Interno da URI, Resolução nº 2318/CUN/2017- Capítulo XI, Subseção VII, Art.85-92 “do planejamento de ensino e da avaliação da aprendizagem”. Para atender este novo modelo acadêmico prevê que os resultados acadêmicos sejam expressos em pontos acumulados de zero (0) a dez (10), sendo que 80% da nota poderão ser referentes a provas presenciais e/ou práticas, atividades e trabalhos. E 20% da nota será atribuída por meio dos Trabalhos Discentes Efetivos e avaliação das atividades de aulas com metodologias diferenciadas.

 

BIBLIOGRAFIA

Bibliografia Básica

BEGON, M.; HARPER, J.L.; TOWNSEND, C.R. Fundamentos em ecologia. Porto Alegre: Artmed, 2006.

ODUM, E.P. Fundamentos de ecologia. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001

TOWNSEND, C. R.; BEGON, M.; HARPER, J. L. Fundamentos em ecologia. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2006.

 

Bibliografia Complementar:

CLAUDINO-SALES, V. (Org.). Ecossistemas brasileiros: manejo e conservação. Fortaleza: Expressão, 2003.

CORSON, W.H (Coord.). Manual global de ecologia: o que você pode fazer a respeito da crise do meio ambiente. 4. ed. São Paulo: Augustus, 2002.

MARGALEF, R. Ecología. Barcelona: Omega, 1998.

POR DOV, F.; IMPERATRIZ-FONSECA, V.L.; LENCIONI NETO, F. Biomas do Brasil Bulgaria: Pensoft, 2005.

STEENBOCK, W. (Org.). Agrofloresta, ecologia e sociedade. Curitiba: Kairós, 2013.

 

Notícias do Curso

Ver todas