Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Linguística, Letras e Artes

Disciplina: LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais I A

Código: 80.328

Carga Horária: 40h                   N° de Créditos: 02

Teórica: 30h

TDE: 10h

 

EMENTA:

Introdução à legislação e inclusão. Língua, culturas comunidades e identidades surdas. Aquisição de Linguagem e a LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais.

 

OBJETIVO GERAL:

  • Adquirir conhecimentos básicos relacionados à Língua Brasileira de Sinais.

 

OBJETIVO ESPECÍFICOS:

  • Conhecer a legislação e a cultura surda.
  • Oportunizar o contato com a LIBRAS, visando a proporcionar subsídios básicos para a comunicação através dessa linguagem.

 

CONTEÚDO CURRICULAR:

Unidade 1 - Legislação e Inclusão;

 

Unidade 2 - Cultura Surda / Relação de história da surdez com a Língua de sinais;

 

Unidade 3 - Aquisição da Linguagem de Libras / Noções básicas da Língua Brasileira de Sinais: o espaço de sinalização, os elementos que constituem os sinais, noções sobre a estrutura da língua, a língua em uso em contextos triviais de comunicação.

 

METODOLOGIA:

A disciplina será desenvolvida por meio de aulas expositivas-dialogadas e práticas. A TDE será trabalhada através de, exercícios e trabalhos relativos a atividades de estudo, fóruns de discussão e leituras.

 

AVALIAÇÃO:

A avaliação do aluno será realizada por meio de provas teórico-práticas. Para a TDE a avaliação será composta pela realização das atividades encaminhadas que levam em consideração os conteúdos e competências esperadas para a disciplina e contemplarão 20% da nota total da disciplina.

 

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

LOPES, M. C. Surdez & educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

QUADROS, R. M. Educação de surdos: aquisição da linguagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 2008.

THOMA, A. S.; LOPES, M. C. (org.). A invenção da surdez: cultura, alteridade, identidade e diferença no campo da educação. Santa Cruz do Sul: EDUNISC, 2006.  

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

FERNANDES, E. Surdez e bilinguismo. Porto Alegre: Organizadora Mediação, 2005.

FREIRE, Ida Mara (Org.(s)). Um olhar sobre a diferença: Interação, trabalho e cidadania. 12.ed. São Paulo - SP: Papirus, 2012. 

LACERDA, C. B. F. (Org.). Surdez: processos educativos e subjetividade. São Paulo: Lovise, 2000.

RIBAS, J. B. C. O que são pessoas deficientes. São Paulo: Editora Brasiliense, 2003.

SCKLIAR, C. Atualidade da educação bilíngue para surdos. Porto Alegre: Mediação, 1999.

 

 

Notícias do Curso

Ver todas