Graduação URI Câmpus de Erechim
 

Ciência da Computação

Entende-se por Computação ou Informática o corpo de conhecimento a respeito de computadores, sistemas de computação e suas aplicações, englobando aspectos teóricos, experimentais, de modelagem e de projeto. De acordo com as diretrizes curriculares do MEC, cursos que têm a computação como atividade-fim devem ser denominados Bacharelado em Ciência da Computação ou Engenharia de Computação.

    As matérias da área de Computação estão organizadas em três núcleos:
• Fundamentos da Computação, que compreende o núcleo de matérias que envolvem a parte científica e as técnicas fundamentais à formação sólida dos egressos dos diversos cursos de computação;
• Tecnologia da Computação, que compreende o núcleo de matérias que representam um conjunto de conhecimento agregado e consolidado que capacitam o aluno para a elaboração de solução de problemas nos diversos domínios de aplicação;
• Sistemas de Informação, que compreende o núcleo de matérias que capacitam o aluno a utilizar os recursos de Tecnologia de Informação na solução de problemas de setores produtivos da sociedade.

  Matérias de outras áreas estão organizadas em três núcleos:
• Matemática, que propicia a capacidade de abstração, de modelagem e de raciocínio lógico constituindo a base para várias matérias da área de Computação;
• Ciências da Natureza, que desenvolvem no aluno a habilidade para aplicação do método científico;
• Contexto Social e Profissional, que fornece o conhecimento sócio-cultural e organizacional, propiciando uma visão humanística das questões sociais e profissionais, em consonância com os princípios da ética em Computação.

O Curso

A Ciência da Computação abrange um área de amplo espectro, envolvendo tanto a construção de equipamentos e dispositivos (Hardware) quanto o desenvolvimento de programas (Software). É a este segundo dominio que o bacharelado em Ciências da Computação confere maior ênfase.

O Curso de Ciência da Computação da URI Erechim está direcionado para a sólida formação de recursos humanos capazes de promover o desenvolvimento tecnológico da computação e aplicar estas tecnologias aos interesses da sociedade. Ao final do curso, os egressos devem estar aptos a projetar e construir softwares, especialmente aplicativos, utilizando metodologias de análise, projeto e desenvolvimento de sistemas e ferramentas para ambientes computacionais, a fim de solucionar problemas genéricos ou particulares de automação nas mais diversas áreas da atividade humana.

O Profissional
O Bacharel em Cíência da Computação possui uma visão crítica e consciente do seu papel social e da sua contribuição no avanço científico e tecnológico do País, além de compreender sua contextualidade num mercado globalizado. Com a formação humanística e a aprendizagem técnico-cienfífica que lhe são características, este profissional tem a capacidade de aprimorar e transformar o mercado de trabalho em que está inserido, através de uma série de atividades, tais como suporte a redes de comunicação de dados, sistemas especializados, sistemas de apoio à decisão, projeto de confecção de páginas na Internet, aplicações multimídia e projetos de banco de dados, bem como outras atividades empreendedoras e inovadoras na indústria de softwares e computadores.

O Mercado de Trabalho
A informatica está presente, hoje, em praticamente todas as áreas existentes no mercado. É impossível se pensar em uma empresa moderna, independente da área de atuação, que não utilize a informática pelo menos como ferramenta de trabalho. Pelo fato de ser uma área tecnológica extremamente dinâmica, a cada ano surgem novas subáreas nese mercado de trabalho e fica muito difícil fazer um previsão do que essas áreas exigirão desses profissionais daqui a dois ou três anos. Um exemplo disso é o mercado existente relacionado com a Internet, onde o trabalho vai desde projetos de páginas dinâmicas, integração com banco de dados, até a criação de programas utilitários e Intranets. Esse mercado existe no Brasil há menos de quatro anos e está em plena expansão. Outro exemplo é o recente uso da biologia computacional, que une genética e informática, ou o desenvolvimento de aplicativos que integrem as telecomunicações (TV, Telefone) com o computador. Atualmente, é cada vez maior o número de empresas comerciais de pequeno e médio porte que utilizam a informática no dia-a-dia e que necessitam de pessoal qualificado para desenvolvimento de aplicativos e consultoria. Os campos de atuação mais evidentes na estrutura atual de mercado de trabalho são as empresas usuárias de sistemas informatizados, as empresas produtoras de softwares, grupos de administrativos, financeiros, comerciais, as empresas de consultoria e os centros de processamento de dados. É um mercado que está em plena expansão.

Atuação
Consultoria e suporte, assessorando usuários na escolha de equipamentos e dando assistência técnica. Também pode fazer perícia e auditoria.

Especificação, projeto e desenvolvimento de softwares básicos e aplicativos criando ou adaptando sistemas às necessidades dos usuários, integrando telecomunicações, Internet e banco de dados.

Desenvolvimento de técnicas e metodologias aplicáveis ao projeto de softwares. Ensinando e treinando, dando aulas em cursos específicos e escolas, podendo ainda, realizar pesquisas em universidades, através de estudos em teoria da computação e suas aplicações.

Notícias do Curso

Ver todas