Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências da Saúde

Disciplina: Enfermagem em Saúde Mental I

Código: 40-873

Carga Horária: 60 horas     

Créditos: 04

 

1 EMENTA

Estudos acerca dos aspectos conceituais de saúde e doença mental e suas articulações nos diversos eventos da vida. Enfermagem em Saúde Mental apoiados pelo contexto histórico; relevância da temática na formação em Enfermagem; influência de fatores biológicos, culturais, demográficos, epidemiológicos sobre a saúde e a doença mental; Rede de Atenção Psicossocial e a importância da família e a comunidade na busca por reabilitação e reinserção social.

 

2 OBJETIVOS

Proporcionar conhecimentos de enfermagem em saúde mental, com vistas ao entendimento sobre as políticas, programas e planos de saúde mental, bem como, desenvolver ações de promoção, proteção, e reabilitação psicossocial no contexto da Rede de Atenção Psicossocial.

 

3 CONTEÚDOS CURRICULARES

3.1 Saúde mental como território do cuidado

Saúde Mental: Aspectos teórico/conceituais; princípios, ações e abordagens em saúde mental;

História da Psiquiatria - conceitos e princípios;

A interdisciplinaridade na saúde mental; Reforma Psiquiátrica e a Reabilitação Psicossocial; Redes de atenção; Projeto Terapêutico Singular; Apoio Matricial;

Processo de Enfermagem em Saúde Mental;

Influências de fatores culturais sobre a saúde e a doença mental: normas culturais, grupo étnico, estereótipo cultural, choque cultural, aspectos culturais da doença mental, saúde, etnia, gênero, situação socioeconômica e socioambiental; Influências de fatores biológicos sobre a saúde e a doença mental;

Família, Terapia e Intervenção: conceito, constituição, história, origem, função, estágios de desenvolvimento, papéis, mutação, a família em crise, em terapia;

Direitos humanos do portador de sofrimento mental.

 

3.2 O cuidado no contexto da enfermagem em saúde mental

Instrumentos e bases para o cuidado de enfermagem em saúde mental: relacionamento terapêutico, comunicação terapêutica e escuta;

O sofrimento psíquico, a formação psíquica e as estruturas clínicas;

Mecanismos de Defesa do Ego: conceito, princípios, características;

Entrevista Psiquiátrica: exame do estado mental;

Ansiedade; diferenciação e caracterização;

Crise; Terapia; Intervenção: conceito de crise, intervenção na crise, teoria da crise, crises vitais.

 

4 METODOLOGIA

Aulas teórico-reflexivas no contexto da saúde mental e saúde mental coletiva com a utilização de material didático expositivo dialogado e interativo, utilizando as estratégias metodológicas ativas como método de ensino-aprendizagem. Discussão de conteúdos e temáticas atinentes à prática da enfermagem na saúde mental. Estudos de caso (compreensão das salas de situação). Observação e participação ativa nas diversas práticas de saúde mental, incluindo o acompanhamento de fluxogramas e cardápios dispostos na rede de atenção psicossocial. Avaliação e monitoramento de práticas na enfermagem em saúde mental. Leituras e discussões de artigos científicos, vídeos institucionais contemporâneos acerca das políticas de saúde e suas abrangências.

5 AVALIAÇÃO

O educando será avaliado em todas as atividades propostas, de forma individual e em grupo; estudos dirigidos, incluindo a argumentação e proposição de ações. Serão aplicadas avaliações teóricas (prova) no decorrer do semestre letivo, além de avaliações complementares realizadas nas diversas modalidades (estudos de caso, Resenha crítica de livro, relato e participação em grupos de seminários, análise de filmes educativos), sendo previamente acordadas com a turma e realizadas em sala de aula, ou eventualmente, como atividade extraclasse.

 

BIBLIOGRAFIA

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

AMARANTE, Paulo. Saúde mental e atenção psicossocial. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Cruz, 2008; 2011.

BARLOW, David H. Manual clínico dos transtornos psicológicos: tratamento passo a passo. Porto Alegre: Artmed, 2009.

KAPLAN, Harold I.; SADOCK, Benjamin J.; GREBB, Jack. Compêndio de psiquiatria: ciências do comportamento e psiquiatria clínica. 7. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1994.

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BASAGLIA, Franco (coord.). A instituição negada: relato de um hospital psiquiátrico. Rio de Janeiro: Graal, 2001.

DALMOLIN, Bernardete Maria. Esperança equilibrista: cartografias de sujeitos em sofrimento psíquico. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2006.

MELMAN, Jonas. Família e doença mental: repensando a relação entre profissionais de saúde e seus familiares. 2. ed. São Paulo: Escrituras, 2006.

SILVA, Ana Beatriz Barbosa. Mentes perigosas: o psicopata mora ao lado. Rio de Janeiro: Objetiva, 2008.

TOWNSEND, Mary C. Enfermagem psiquiátrica: conceitos e cuidados. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

 

Notícias do Curso

Ver todas