Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências da Saúde

Disciplina: Processos Patológicos Gerais

Código: 40-870   

Carga Horária: 30 horas

Créditos: 02

 

1 EMENTA

Introdução à patologia geral. Etiologia, patogenia. Alterações metabólicas circulatórias. Inflamações agudas e crônicas. Cicatrização. Histo-imunopatologia.

 

2 OBJETIVO

Promover nos acadêmicos conhecimento, habilidades e atitudes no reconhecimento das principais alterações estruturais, morfológicas e funcionais das doenças inflamatórias, infecciosas, circulatórias, metabólicas e neoplásicas.

 

3 CONTEÚDOS CURRICULARES

Transtornos locais do crescimento e da diferenciação celular: Noções gerais, classificação e nomenclatura.

Adaptação celular (hipertrofia, hiperplasia, metaplasia, displasias; classificações e mecanismos).

Lesão e morte celular (causas e patogênese).

Distúrbios circulatórios: Hiperemia, (mecanismos, classificação, evolução e consequências). Edema (patogênese, fatores envolvidos, classificação, nomenclatura). Hemorragia e coagulação (causas, mecanismos, classificação, coagulopatias). Trombose, embolia, infarto (causas, mecanismos, classificações e consequências).

Inflamação: generalidades (conceito, causas, classificações). Inflamação aguda localizada e generalizada (sinais cardinais e mediadores químicos). Inflamação crônica (inespecífica e específica). Cura e reparo.

Neoplasias: Epidemiologia, Carcinogênese, Bases moleculares, classificações e nomenclatura. Neoplasias benignas e malignas. Características clínicas dos tumores. Diagnóstico laboratorial.

Imunopatologia: Noções de imunopatologia (revisão do sistema imunitário, montagem da resposta pelos linfócitos). Imunopatologias (doenças por hipersensibilidade, doenças por imunocomplexos, doenças autoimunes).

Fisiopatologias: Icterícia. Insuficiência respiratória. Insuficiência cardíaca. Insuficiência renal. Insuficiência hepática. Desidratação. Coma. Choque.

 

4 METODOLOGIA

A disciplina será desenvolvida com aulas teórico-práticas, sendo utilizado, para tal, recursos diversos como audiovisuais, atlas de patologia, prática no laboratório de citologia.

 

5 AVALIAÇÃO

A avaliação do processo ensino aprendizagem será realizada de forma somativa e formativa do aluno, baseada nas competências e conteúdos curriculares, continua com base em instrumento próprio de avaliação a ser apresentado e discutido com os discentes.

 

BIBLIOGRAFIA

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BRASILEIRO FILHO, Geraldo. Bogliolo, patologia geral. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

KUMAR, Vinay et al. Robbins e Cotran, patologia: bases patológicas das doenças. 8. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

STEVENS A, LOWE J. Patologia. 2. ed. Manole, 2002.

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

BECKER, Paulo F.L. Patologia geral. São Paulo: Sarvier, 1997.

BEVILACQUA, Fernando et al. Fisiopatologia clínica. 5. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1995.

COTRAN, Ramzi S.; ROBBINS, Stanley L; KUMAR, Vinay. Robbins patologia estrutural e funcional. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

GUIDUGLI NETO, João. Elementos de patologia geral. São Paulo: Santos, 1997.

MONTENEGRO, Mario Rubens; FRANCO, Marcello (Coord.). Patologia: processos gerais. 4. ed. São Paulo: Atheneu, 1999.

 

Notícias do Curso

Ver todas