Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências da Saúde

Disciplina: Semiologia em Enfermagem I

Código: 40-865

Carga Horária: 90 horas (Teórica: 60)  (Prática: 30)     

Créditos: 06

 

1 EMENTA

Anamnese e exame clínico. Exame físico geral e introdução ao processo de enfermagem. Avaliação do funcionamento de órgãos e sistemas corporais no adulto.

 

2 OBJETIVO GERAL

Desenvolver competências para o exercício profissional do enfermeiro com ênfase na realização da anamnese e exame físico geral, aprimorando o raciocínio clínico nas avaliações de enfermagem para tomada de decisões relacionadas ao cuidado em conjunto com a equipe multiprofissional, permitindo o desenvolvimento do processo de enfermagem.

 

3 CONTEÚDOS CURRICULARES

3.1 Introdução à anamnese e exame físico geral

Conceitos de anamnese e exame clínico;

Considerações éticas, de direitos humanos e noções de biossegurança aplicadas ao cuidado de enfermagem;

Histórico de Enfermagem (etapa do processo de enfermagem): coleta de dados em enfermagem, identificação, queixas principais, história relacionada à saúde atual e pregressa, interrogatório sintomatológico, antecedentes pessoais e familiares, estilo de vida, condições socioeconômicas e culturais;

Sinais vitais: pressão arterial, temperatura, frequência cardíaca, frequência respiratória e dor.

Técnicas básicas do exame físico: inspeção, ausculta, percussão e palpação.

Avaliação das condições globais do paciente.

3.2 Semiologia e semiotécnica do exame físico dos sistemas do corpo humano no adulto

Exame físico da pele, mucosas e fâneros;

Exame físico da cabeça e pescoço: da face, lábios, glândulas salivares, olhos, ouvidos, cavidade bucal, faringe, nariz, seios paranasais, exame do pescoço e tireóide

Exame físico do abdome;

Exame físico do sistema respiratório.

3.3 Registros de enfermagem

Aspectos éticos e legais dos registros de enfermagem;

Finalidade dos registros de enfermagem;

Conceitos em registros de enfermagem: anotação e evolução de enfermagem;

Realização de registros de enfermagem: análise e organização das informações, termos técnicos em enfermagem.

 

4 METODOLOGIA

Aulas teóricas dialógicas, atividades práticas em laboratório e/ou ambiente hospitalar. Realização de atividades simuladas em laboratório com uso de manequins ou situações planejadas para incentivo ao pensamento crítico, raciocínio clínico. Atividades em ambiente virtual. Estudos de caso, uso de jogos didáticos, elaboração de painéis, metodologias ativas. Atividades individuais e em equipe, a fim de favorecer a autorreflexão, o diálogo sobre casos ou situações problemas e promover a comunicação interpessoal, bem como contribuir com a escrita e oralidade dos acadêmicos.

 

 

 

5 AVALIAÇÃO

Avaliação processual e contínua ao longo da disciplina. A avaliação ocorrerá em todos os momentos da disciplina, nas abordagens teóricas e práticas, a partir do diálogo com os acadêmicos, desenvolvimento das atividades propostas e realização da anamnese e exame físico. Incluirá o acompanhamento dos acadêmicos durante a disciplina com relação à compreensão dos conteúdos curriculares, realização e qualidade da anamnese e exame físico geral, comportamento e comunicação interpessoal, desenvolvimento do raciocínio clínico e elaboração de registros de enfermagem. Haverá avaliação teórica e prática. Autoavaliação. Feedback com relação às atividades propostas e disciplina.

 

BIBLIOGRAFIA

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BARROS, A. L. B. L. Anamnese e exame físico: avaliação diagnóstica de enfermagem no adulto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2016.

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Guia de recomendações para registro de enfermagem no prontuário do paciente e outros documentos de enfermagem. 2015. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2016/08/Guia-de-Recomenda%C3%A7%C3%B5es-CTLN-Vers%C3%A3o-Web.pdf.

PORTO, C. C.; PORTO, A. L. Exame clínico. 8. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017.

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

GUYTON, A. C. Fisiologia Humana. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1988.

JARVIS, C. Exame físico e avaliação de saúde. 3. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

NETTER, F. H. Atlas de anatomia humana. 5. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

POSSO, M. B. S. Semiologia e semiotécnica de enfermagem. Rio de Janeiro: Atheneu, 2010.

SILVA, R. C. L.; SILVA C. R. L.; SANTIAGO, L. C. Semiologia em enfermagem. São Paulo: Roca, 2011.

 

Notícias do Curso

Ver todas