Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Disciplina: Tratamento de Água e Efluentes

Código: 30-315

Carga Horária: 40 horas Créditos: 02

Pré - requisitos: 10-173 e 30-253

EMENTA

Problemática ambiental. Processos, operações e tecnologias utilizadas no tratamento de águas de abastecimento e efluentes líquidos e gasosos. Legislação.

 

OBJETIVOS

Desenvolver habilidades e competências para reconhecer a problemática e propor soluções para o tratamento de água e efluentes líquidos e gasosos.

 

A disciplina visa desenvolver as seguintes habilidades e competências:

Compreender os fundamentos e peculiaridades relacionadas as operações e processos de tratamento de águas e de efluentes líquidos e gasosos;

Reconhecer problemáticas e propor soluções relacionados ao tratamento de águas e de efluentes líquidos e gasosos;

Interpretar resultados analíticos e suas correlações com a legislação vigente.

 

Buscando-se atender estas competências alguns objetivos específicos são delineados:

Conhecer as principais etapas envolvidas em processos de tratamento de águas e efluentes. Também com base na legislação vigente ter noções das metodologias utilizadas para controle e disposição.

Compreender os principais problemas relacionados a contaminação de água e efluentes.

Conhecer e compreender o funcionamento dos principais equipamentos e processos utilizados no tratamento de água e efluentes.

Aprender de forma autônoma e lidar com situações e contextos complexos e propor soluções.

Aprender a comunicar-se de forma escrita, oral e na elaboração e apresentação de relatórios, trabalhos e seminários.

Desenvolver no estudante a habilidade de trabalhar em equipe, buscando soluções para desafios teóricos e/ou práticos relacionados com situações do cotidiano.

Desenvolver no estudante a habilidade de interpretar laudos e correlaciona-los com a legislação vigente;

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

UNIDADE DE ENSINO 01 – PROBLEMÁTICA AMBIENTAL   E LEGISLAÇÃO

Desenvolver noções referentes ao tema problemática ambiental em diferentes meios (ar, água e solo) e sua relação com os impactos ambientais, tipos de poluição e legislação, a fim de que o acadêmico desenvolva competências e habilidades para identificar e interpretar problemas ambientais em diferentes meios.

 

TDE 01 – Será desenvolvido em complementação às demais atividades da disciplina, visando a consolidação dos conhecimentos e competências pretendidas. Este TDE será orientado mediante as Normas Para Inovação Acadêmica - Graduação Ativa, envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 01.

 

UNIDADE DE ENSINO 02 – PROCESSOS, OPERAÇÕES E TECNOLOGIAS UTILIZADAS NO TRATAMENTO DE ÁGUAS DE ABASTECIMENTO

Esta unidade visa desenvolver conhecimentos referentes aos principais problemas relacionados a contaminação de água e as etapas envolvidas em seu tratamento, bem como conhecer e compreender o funcionamento dos principais equipamentos, tecnologias e processos utilizados, a fim de que o acadêmico desenvolva competências e habilidades relacionadas ao tratamento de água de abastecimento.

Atividade prática: Realizar práticas que possibilitem a integração dos conhecimentos teórico e experimental, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades relacionados ao tratamento de água para abastecimento.

TDE 02 – Será desenvolvido em complementação às demais atividades da disciplina, visando a consolidação dos conhecimentos e competências pretendidas. Este TDE será orientado mediante as Normas Para Inovação Acadêmica - Graduação Ativa, envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 02.

 

UNIDADE DE ENSINO 03 –PROCESSOS, OPERAÇÕES E TECNOLOGIAS UTILIZADAS NO TRATAMENTO DE EFLUENTES LÍQUIDOS

Esta unidade visa desenvolver conhecimentos referentes aos principais problemas relacionados aos efluentes líquidos e as etapas (pré-tratamento, tratamento primário, tratamento secundário e tratamento terciário) envolvidas em seu tratamento, bem como conhecer e compreender o funcionamento dos principais equipamentos, tecnologias e metodologias utilizadas nas diferentes etapas do tratamento, a fim de que o acadêmico desenvolva competências e habilidades relacionadas ao tratamento de efluentes líquidos.

 

Atividade prática: Realizar práticas que possibilitem a integração dos conhecimentos teórico e experimental, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades relacionados ao tratamento de efluentes líquidos.

TDE 03 –  Será desenvolvido em complementação às demais atividades da disciplina, visando a consolidação dos conhecimentos e competências pretendidas. Este TDE será orientado mediante as Normas Para Inovação Acadêmica - Graduação Ativa, envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 03.

 

UNIDADE DE ENSINO 04 – PROCESSOS, OPERAÇÕES E TECNOLOGIAS UTILIZADAS NO TRATAMENTO DE EFLUENTES GASOSOS

Esta unidade visa desenvolver conhecimentos referentes aos principais problemas relacionados aos efluentes gasosos e as etapas envolvidas em seu tratamento, bem como conhecer e compreender o funcionamento dos principais equipamentos, processos e tecnologias utilizadas, a fim de que o acadêmico desenvolva competências e habilidades relacionadas ao tratamento de efluentes líquidos.

 

Atividade prática: Realizar práticas que possibilitem a integração dos conhecimentos teórico e experimental, contribuindo para o desenvolvimento de habilidades relacionados ao tratamento de efluentes gasosos.

 

TDE 04 – Será desenvolvido em complementação às demais atividades da disciplina, visando a consolidação dos conhecimentos e competências pretendidas. Este TDE será orientado mediante as Normas Para Inovação Acadêmica - Graduação Ativa, envolvendo os conteúdos da Unidade de Ensino 04.

 

METODOLOGIA

As aulas terão a participação ativa do aluno na construção do conhecimento e serão adotados as seguintes metodologias:

Aulas teóricas e expositivas com utilização de recursos audiovisuais e questionamentos, discussão e debates;

Aulas práticas sobre os conteúdos ministrados na teoria;

A leitura, interpretação e elaboração de textos serão trabalhados em sala de aula como temas transversais;

As aulas transcorrerão de maneira interativa com os alunos em que ambos são agentes ativos do processo de ensino-aprendizagem;

A exposição do conteúdo ocorrerá por meio de atividades que facilitem e estimulem a aprendizagem. Buscar-se-á interação constante com os alunos;

As atividades relacionadas ao Trabalho Discente Efetivo (TDE) totalizará 20h e poderá constar com exercícios de fixação, pesquisa bibliográfica, desenvolvimento de atividades práticas, elaboração de relatórios, visitas técnicas, entre outros.

Dentre as atividades a serem realizadas durante as 40 horas previstas nesta disciplina, constam 5 horas de atividades extensionistas. Ações extensionistas são classificadas como (i) projeto, (ii) curso, oficina e/ou workshop, (iii) evento, (iv) produto acadêmico, ou (v) prestação de serviço.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico. O processo de avaliação será de forma progressiva e cumulativa do conhecimento, mediante verificações parciais ao longo do período letivo sob a forma de provas, exercícios, trabalhos acadêmicos, arguições, seminários e/ou relatos de atividades práticas.

O processo de avaliação ocorrerá da seguinte maneira:

No mínimo duas avaliações que versará com questões objetivas e ou discursivas com peso 8,0 e Trabalhos Discente Efetivo (TDE) peso 2,0.

 

 

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BRAGA, B. Introdução à engenharia ambiental: o desafio do desenvolvimento sustentável. 2. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2013.

RICHTER, C. A. Água: métodos e tecnologia de tratamento. São Paulo: Edgard Blücher, 2012.

SANCHEZ, L.E. Avaliação de impacto ambiental. São Paulo: Oficina de Textos, 2011.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

LEFF, E. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

MANO, E. B.; PACHECO, E. B. A. V.; BONELLI, C. M. C. Meio Ambiente, poluição e reciclagem. 2. ed. Edgard Blücher, 2012.

ROCHA, J. C.; ROSA, A. H.; CARDOSO, A. A. Introdução à química ambiental. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

ANDREOLI, C. V.; SPERLING, M.V.; FERNANDES, F. Lodo de esgotos: tratamento e disposição final. Belo Horizonte: DESA, 2010.

SPERLING, M. V. Princípios básicos do tratamento de esgotos. Belo Horizonte: DESA, 2009. v. 2.

 

Notícias do Curso

Ver todas