Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências Agrárias

Disciplina: Tópicos Especiais em Agronomia II

Código: 50-518

Carga Horária: 40h (Teórica: 30h)  (Prática: 10h)  

Número de Créditos: 02

 

 EMENTA

Avanços técnicos e tecnológicos em produção animal.

 

OBJETIVOS

- Conhecer as novas tecnologias de produção animal.

- Proporcionar o conhecimento sobre a importância das novas tecnologias de produção animal.

 - Proporcionar o entendimento de que as novas tecnologias vieram para viabilizar resultados favoráveis e aumentar significativamente a produção animal.

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

UNIDADE DE ENSINO 1- Histórico e conceitos da Zootecnia de Precisão.

UNIDADE DE ENSINO 2- Problemática atual dos sistemas de produção

UNIDADE DE ENSINO 3- Conceitos, aplicações e sistemas de controle recentes (Telemetria) sensores, atuadores e biosensores.

UNIDADE DE ENSINO 4- Definições e conceitos das leis da física, relacionados com as ferramentas utilizadas na Zootecnia de Precisão.

UNIDADE DE ENSINO 5- Sistemas inteligentes de controle do ambiente e comportamento animal.

UNIDADE DE ENSINO 6- Ferramentas de Avaliação (Lógica fuzzy, redes neurais, CFD, modelagens).

UNIDADE DE ENSINO 7- Uso da Zootecnia de Precisão na avaliação do comportamento animal (visual, térmica, sonora).

UNIDADE DE ENSINO 8-Termografia Análises de Imagens Análise sonora (analise de sinais, bioacústica, vocalização) e comportamento animal, Musicoterapia.

UNIDADE DE ENSINO 9- Modernização tecnológica na produção animal.

UNIDADE DE ENSINO 10- Novas tecnologias e avanços para as diferentes produções.

UNIDADE DE ENSINO 11- A ciência de dados e a inovação digital que permitem melhorar, de maneira sustentável, a eficiência das operações e, ao mesmo tempo, capacitam os produtores a tomar melhores decisões.

UNIDADE DE ENSINO 12- Uso de drones na produção animal.

UNIDADE DE ENSINO 13- Realidade aumentada.

UNIDADE DE ENSINO 14- Pecuária 4.0.

UNIDADE DE ENSINO 15- Novas práticas de manejo e avanços nos métodos de nutrição animal.

 

METODOLOGIA

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), a ativa e a sócio-interacionista (professor como mediador de atividades em que os alunos trabalham em equipes e interagem com a comunidade universitária). No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet, planilhas eletrônicas, software de simulação), sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe). Os alunos desenvolverão Trabalhos Discente Efetivos no total de 10h, que poderão ser, conforme a necessidade, estudos de caso, pesquisas bibliográficas, resolução de problemas, lista de exercícios e produção de vídeos. A fixação dos conteúdos será por meio de resolução de exercícios e problemas, estudos de caso e relatórios.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas escritas (avaliação de competências técnicas e competências cognitivas); Trabalhos Discentes Efetivos valendo 20% da nota média parcial (avaliação de competências técnicas e competências cognitivas); relatório de atividades práticas (avaliação de competências técnicas, cognitivas e comportamentais), e avaliação das atividades de aulas com metodologia diferenciada (avaliação de competências técnicas, cognitivas e comportamentais). As aulas com utilização de metodologia ativa terão, especialmente, mas não exclusivamente, avaliação contínua, ou seja, avaliação constante do desempenho técnico, cognitivo e comportamental dos alunos para possíveis redirecionamentos metodológico/educativos.

 

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

SCHWAB, Klaus; DAVIS, N. Aplicando a quarta revolução industrial. Tradutor Daniel Moreira Miranda. EDIPRO, São Paulo, 2018.

NAAS, I. A.; SOBESTIANSKY, Juri; BARBARINO JR, Plinio ; SEYBOTH, Leonardo . Manual de rastreabilidade na produção animal intensiva. 1. ed. Goiania, GO: Technallbr, 2004. v. 1. 76p.

SERWAY, R.A. & JEWETT Jr., J.W. Princípios de Física. volumes 1 e 2. Ed. Thomsom, São Paulo, 2004.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR 

DUARTE, Ricardo P. Considerações para melhoramento em bovinos de corte. 2. ed. Guaíba: Agropecuária, 2000.

OKUNO, CALDAS & CHOW. Física para Ciências Biológicas e Biomédicas. Editora Harbra ltda., 1982.

HALLIDAY, D., RESNICK, R., WALKER, J. Fundamentos de Física. Volumes 1 E 2. Editora LTC, Edição 8ª ED., 2009.

NUSSENZVEIG, H. M. Curso de Física Básica, volumes 1 e 2. Editora Edgard Blücher Edição 4ª ED. 2002 REVISADA.

ROEDERER, Juan G. Introduc¸a~o a` fi´sica e psicofi´sica da mu´sica. Traduc¸a~o por Alberto Luis da Cunha. Sa~o Paulo: Universidade de Sa~o Paulo, 1998.

 

 

Notícias do Curso

Ver todas