Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

Departamento de Ciências Agrárias

Disciplina: Bromatologia e Nutrição Animal A

Código: 50-410

Carga Horária: 80h  (Teórica: 60h)  (Prática: 20h)

Créditos: 4

 

EMENTA

Estudos das alterações, adulterações, amostragens e qualidade dos alimentos. Preparo e titulação de soluções. Matéria seca e mineral. Proteína bruta, lipídeos, carboidratos, extrato etéreo, fibra bruta, fibra em detergente neutro e ácido. Determinação de cálcio e fósforo. Determinação da lignina e nitrogênio não proteico.

Princípios da nutrição animal, nutrientes, classificação dos alimentos, digestão valor nutritivo dos alimentos, requerimentos nutricionais dos animais, cálculo de rações animais.

 

OBJETIVOS

Proporcionar ao aluno do Curso de Agronomia o conhecimento necessário para a sua formação a respeito da bromatologia e nutrição animal.

Fornecer aos estudantes, conhecimentos relativos aos métodos de avaliação, controle de qualidade dos alimentos destinados à alimentação animal.

Conhecer os princípios básicos de nutrição e digestão dos animais e formular rações e dietas adequadas para a manutenção e produção dos mesmos.

 

CONTEÚDOS CURRICULARES

1- Introdução ao curso e composição centesimal dos alimentos.

2- Estudos das alterações e adulterações dos alimentos.

3- Amostragens e controle de qualidade dos alimentos.

4- Preparo e titulação de soluções.

4.1- Determinação de matéria seca e mineral.

4.2- Determinação de proteína bruta.

4.3- Determinação do extrato etéreo.

4.4- Determinação de fibra bruta.

4.5- Determinação da fibra em detergente neutro.

4.6- Determinação da fibra em detergente ácido.

4.7- Determinação de cálcio e fósforo.

4.8- Determinação da atividade ureática.

4.9- Determinação da lignina, pelo método do permanganato de potássio.

5- Química de proteínas.

6- Química de lipídeos.

7- Química de carboidratos.

8- Princípios de nutrição animal.

9- Definições e conceitos básicos.

10- Nutrientes.

11- Classificação dos alimentos.

12- Digestão em ruminantes.

13- Digestão em não ruminantes.

14- Composição dos alimentos.

15- Requerimentos nutricionais dos animais.

16- Formulação de rações e dietas.

 

METODOLOGIA

Visando desenvolver competências técnicas, cognitivas e comportamentais nos alunos, as aulas, de forma variada, terão como metodologias: a tradicional (expositivo-dialogadas com estudos dirigidos), a ativa e a sócio-interacionista (professor como mediador de atividades em que os alunos trabalham em equipes e interagem com a comunidade universitária). No intuito de desenvolver as competências inerentes a disciplina, serão utilizados recursos de multimídia como projetores de imagem e vídeo, computador (internet, planilhas eletrônicas, software de simulação), sala de aula, biblioteca física e virtual (visando pesquisas individuais e em equipe).

Os alunos desenvolverão Trabalhos Discentes Efetivos no total de 20h, que poderão ser, conforme a necessidade, estudos de caso, pesquisas bibliográficas, resolução de problemas, lista de exercícios, produção de vídeos, modelagem e protótipos. A fixação dos conteúdos será por meio de resolução de exercícios e problemas, provas, estudos de caso, atividades de laboratório e relatórios. A disciplina também prevê 10h de atividades de extensão.

 

AVALIAÇÃO

A avaliação da disciplina se propõe a verificar se as competências propostas neste plano de ensino foram desenvolvidas pelo acadêmico, por meio dos seguintes instrumentos de avaliação: provas escritas (avaliação de competências técnicas e competências cognitivas); Trabalhos Discentes Efetivos valendo 20% da média final da disciplina (avaliação de competências técnicas e competências cognitivas); relatórios de experimentos de laboratório e de outras atividades práticas (avaliação de competências técnicas, cognitivas e comportamentais), e avaliação das atividades de aulas com metodologia diferenciada (avaliação de competências técnicas, cognitivas e comportamentais).

BIBLIOGRAFIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BERCHIELLI, T. T., PIRES, A. V., OLIVEIRA, S. G. Nutrição de Ruminantes. 2. ed.  Editora(s):Jaboticabal: Funep, 2011.

ESPÍNDOLA, G. B. Nutrição de Monogástricos. UFG. Goania. Editora: Produção Independente, 2011.

DA SILVA, C. O.; TASSI, É. M. M.; PASCOAL, G.i  B. Ciência dos Alimentos - Princípios de Bromatologia. São Paulo. Editora Rubio, 2017.

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ARAÚJO, J. M. A. Química de alimentos: teoria e prática. 2. ed. Viçosa: UFV, 1999.

ASCAR, J. M. Alimentos: aspectos bromatológicos e legais: análise percentual. São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 1985.

BOBBIO, Florinda Orsatti. Introdução à Química de Alimentos. 2. ed. SP: Varela, 1992.

EVANGELISTA, J. Tecnologia de alimentos. 2. ed. São Paulo: Atheneu, 2001.

SALINAS, R. D. Alimentos e Nutrição - Introdução à Bromatologia. 3. ed. SP: Artmed, 2002.

 

Notícias do Curso

Ver todas