Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS

Disciplina: EDUCAÇÃO INCLUSIVA I

Código: 70-740

Carga Horária: 30h

Número de Créditos: 02

 

1. EMENTA:

Trajetória histórica do processo de Educação Inclusiva. Políticas públicas para Educação Inclusiva – Legislação Brasileira: o contexto atual. Acessibilidade à escola e ao currículo. Adaptações curriculares.

 

2. OBJETIVO:

Possibilitar o conhecimento das políticas públicas que regem a Educação Inclusiva e dos diversos enfoques teórico-metodológicos concernentes à questão da inclusão e ao processo interativo da Pessoa com Deficiências, reconhecendo a educação inclusiva como fundamental ao desenvolvimento do ser humano

 

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

- Compreender a representação da deficiência e sua interferência na construção do paradigma da inclusão;

- Compreender os documentos legais internacionais e nacionais como a legitimidade para a garantia de direitos das pessoas com deficiência, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades/superdotação;

- Reconhecer os elementos fundamentais para a construção de um espaço social de acessibilidade plena (acessibilidade atitudinal, arquitetônica/física, metodológica/pedagógica, programática, instrumental, transportes, comunicações e digital

 

4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

- Perspectiva histórica da educação inclusiva e da pessoa com deficiência.

- Aspectos legais.

- Caracterização da pessoa com deficiência, Transtorno Global do Desenvolvimento e Altas Habilidades.

- Acessibilidade em amplo espectro - acessibilidade atitudinal, arquitetônica/física, metodológica/pedagógica, programática, instrumental, transportes, comunicações e digital.

- Educação Inclusiva e formação docente.

 

5. METODOLOGIA:

Objetiva contribuir com a formação competente e autônoma, confrontando teoria e prática. Envolverá atividades diversas tais como:

- leituras;

- análises de livros;

- pesquisas;

- discussões coletivas;

- seminários;

- elaboração e apresentação de trabalhos.

Todas as modalidades terão como indicador o princípio da ação-reflexão-ação, capacitando para a resolução de situações-problema.

 

 

6. AVALIAÇÃO:

A avaliação será feita de forma contínua, permanente e reflexiva, visando os indicadores descritos no objetivo e à capacidade de resolver problemas, tomar decisões, trabalhar em equipe e comunicar-se dentro da multidisciplinaridade dos diversos saberes e da diversidade cultural que compõem a formação docente. Para tanto os instrumentos avaliativos serão:

- resenhas;

- trabalhos individuais e em grupo;

- provas;

- seminários

 

7. BIBLIOGRAFIA BÁSICA:

CARVALHO, Rosita Edler. Removendo barreiras para a aprendizagem: educação inclusiva. Porto Alegre: Mediação, 2000.

GÓES, Maria Cecília Rafael de; LAPLANE, Adriana Lia Friszman de (Org.). Políticas e práticas de educação inclusiva. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

SOARES, Maria Aparecida Leite; CARVALHO, Maria de Fátima. O professor e o aluno com deficiência. São Paulo: Cortez, 2012.

 

 

8. BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:

BRASIL. SEESP - Secretaria de Educação Especial. Disponível em  http://portal.mec.gov.br/seesp/

MARTINS, Lúcia de Araújo Ramos (Org). Inclusão: compartilhando saberes . 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

MONTON, Maria Tereza Egler. Inclusão escolar: o que é? Por quê? Como fazer?. São Paulo: Moderna, 2003. 95p

STAINBACK, Susan. Inclusão: Um guia para educadores. Artes Médicas, 1999.

STOBÄUS, C. Educação Especial: em direção à educação inclusiva. POA:

 

Notícias do Curso

Ver todas