Plano de EnsinoURI Câmpus de Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS

Disciplina: PARASITOLOGIA

Código: 24-345

Carga horária: 45 horas

Nº de Créditos: 03

Pré-requisitos:

 

1 EMENTA

Considerações gerais sobre parasitismo. Morfologia, biologia, patogenia, epidemiologia e profilaxia dos principais ectoparasitas e endoparasistas do homem (Protozoários, Helmintos e Artrópodos). Principais animais peçonhentos do Brasil.

 

2 OBJETIVOS

2.1 OBJETIVO GERAL

Conhecer a organização estrutural e funcional de organismos parasitos, auxiliando no reconhecimento dos mais importantes para a saúde humana e saúde pública, visando compreender os métodos de controle e prevenção das principais parasitoses humanas.

 

3 CONTEÚDOS CURRICULARES

 

Introdução a Parasitologia

- Definição e importância da parasitologia

- Definição de parasitismo, parasita e hospedeiro

- Origem do Parasitismo e tipos de adaptação

- Tipos de associação entre os animais e Ecologia Parasitária

- Ação dos parasitos sobre o hospedeiro

- Ciclo biológico dos parasitos

- Foco natural de uma parasitose

- Classificação dos parasitas e hospedeiros

- O processo infeccioso.

- Resistência natural do parasitismo e resistência adquirida

- Grupos de interesse em Parasitologia

 

Protozoários

- Morfologia, fisiologia e reprodução de protozoários de interesse médico.

- Trypanossoma cruzi

- Leishmania e flebotomíneos vetores

- Entamoeba coli e E. hystolytica

- Endolimax nana, Entamoeba hartmanni, Iodameba biitsschi

- Giardia lamblia

- Balantidium coli

- Trichomona vaginalis

- Plasmodium e anofelinos vetores

- Toxoplasma gondhii

- Pneumocystis carinii

- Isospora e Cryptosporidium

 

Platelmintos (Filo Platyhelminthes)

- Morfologia, fisiologia e reprodução dos platelmintos (vermes chatos)

- Trematoda:

- Fasciola hepatica

- Schistossoma mansoni

- Cestoda:

- Taenia solium e Taenia saginata

- Hymenolepis

- Echinococcus granulosus

 

Nematelmintos (Filo Nemata) Vermes cilíndricos

- Morfologia, fisiologia e reprodução dos nematelmintos (vermes cilíndricos)

- Ascaris lumbricoides

- Enterobius vermicularis

- Ancylostoma duodenale

- Necatur americanus

- Strongyloides stercoralis

- Tricocephalus trichiurus

- Wuchereria bancrofti

 - Onchocerca volvulus

- Angiostrongilus costaricensis

- Lagochilascaris

- Larva Migrans Cutânea e Visceral

 

Artrópodes vetores, parasitas ou agentes de lesão acidental

- Triatomíneos e percevejos

- Dípteros: Flebotomíneos, simulídeos, ceratopogonídeos, anofelinos, culicíneos e ciclorrafos

- Sifonápteros: Tunga penetrans

- Anopluros: piolho (Pediculus e Pthirus)

- Ácaros: Sarcoptes scabiei, Demodex folliculorum, ácaros da poeira

 

Animais peçonhentos

- Acidentes com animais peçonhentos (serpentes, aranhas, abelhas, escorpiões, Lonomia)

- Toxicidade, medidas preventivas e tratamento

 

4 METODOLOGIA

Serão utilizadas as seguintes estratégias metodológicas: i) aulas teóricas expositivas com a utilização de recursos audiovisuais; ii) atividades práticas em laboratório, quando os alunos poderão identificar os parasitos, vetores bem como, outros animais causadores de acidentes; iii) realização de seminários para discutir determinadas parasitoses e apresentação de artigos científicos.

 

5 AVALIAÇÃO

Serão realizadas duas provas teóricas onde o aluno deverá dominar o conteúdo desenvolvido a partir da interpretação e descrição dos aspectos solicitados. Para a avaliação do seminário e apresentação de artigo científico serão levados em consideração a clareza na exposição das principais ideias e a capacidade de relacionar o que está sendo apresentado com o conteúdo desenvolvido nas aulas.

 

BIBLIOGRAFIA

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS – BACHARELADO E LICENCIATURA

CIMERMAN, B.; CIMERMAN, Sérgio. Parasitologia humana e seus fundamentos gerais. 2. ed. São Paulo: 2001.

NEVES, D.P. Parasitologia Humana. 12.ed. São Paulo: Atheneu, 2012.

REY, L. Bases da Parasitologia Médica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1992.

 

ENFERMAGEM

CIMERMAN, B.; CIMERMAN, S. Parasitologia humana e seus fundamentos gerais. 2 ed. São Paulo: Atheneu, 2001.

MORAES, Ruy Gomes de; LEITE, Ignacio da Costa; GOULART, Enio Garcia. Parasitologia & micologia humana. 5. ed. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 2008.

NEVES, D. P. Parasitologia humana. São Paulo: Atheneu, 2005.

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS – BACHARELADO E LICENCIATURA

BRASIL. Ministério da saúde. Doenças infecciosas e parasitárias: guia de bolso. 8 ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

CIMERMAN, B.; FRANCO, M.A. Atlas de Parasitologia: artrópodes, protozoários e helmintos. São Paulo: Atheneu, 2009.

LEVENTHAL, R.; CHEADLE, R. F. Parasitologia médica: texto e atlas. 4. ed. São Paulo: Editorial Premier, 2000.

MORAES, R.G. DE; LEITE, I.C.; GOULART, E.G. Parasitologia e Micologia humana. 5 ed., Rio de Janeiro: Cultura Médica, 2008. 

REY, L. Parasitologia: parasitos e doenças parasitárias do homem nos trópicos ocidentais. 4 ed., Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

Artigos científicos em periódicos da área.

 

ENFERMAGEM

CIMERMAN, B.; FRANCO, M.A. Atlas de parasitologia: artrópodes, protozoários e helmintos. São Paulo: Atheneu, 2009.

PHILIPPI, A.; GALVÃO, A.C. Gestão de saneamento básico: abastecimento de água e esgotamento sanitário. Barueri: Manole, 2012.

REY, L. Parasitologia: parasitos e doenças parasitárias do homem nos trópicos ocidentais. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

REY, L. Bases da parasitologia médica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1992.

TORTORA, Gerard J.; FUNKE, Berdell R.; CASE, Christine L. Microbiologia. 10.ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

 

Notícias do Curso

Ver todas