Notícias da URI Erechim

Semana de Agronomia fala de agricultura digital e protagonismo

09/10/2020 - 168 exibições

   



A primeira Semana Integrada de Agronomia da URI, que encerra nesta sexta-feira, mostrou, de forma virtual, mais dois temas relevantes para o setor do agronegócio.

Na terça-feira, 06, o tema apresentado foi a agricultura digital, feito pelo engenheiro agrônomo André Souza, quando destacou o avanço ocorrido na agricultura ao longo dos anos, sendo a revolução verde um dos pontos marcantes neste processo evolutivo. Segundo ele, “foi a partir da revolução verde, por meio da adoção de pacotes tecnológicos (fertilizante químico, defensivos, entre outros insumos), que a produção agrícola alcançou elevados tetos de produção”.

A expressão “Agricultura Digital”, que tem chamado bastante atenção nos últimos anos, pode ser compreendido como o emprego de diversas tecnologias aplicadas nas propriedades rurais para otimizar as atividades desenvolvidas no campo por meio da conectividade, sensores e coletas de dados. O propósito desta tecnologia é que o produtor rural possa alcançar altos tetos produtivos com o emprego de menos recursos.

De acordo com Souza, atualmente existem softwares que coletam imagens de satélite e que por meio delas é possível estimar a população de plantas da lavoura implantada, produtividade, nível de infestação de plantas daninhas, entre outros aspectos. “Apesar dessas vantagens acima citadas, um dos grandes desafios da Agricultura Digital consiste em poder entregar valor ao produtor rural”, resumiu o palestrante.

Na quarta-feira, 07, o tema da noite foi liderança e protagonismo, apresentado pela produtora rural, jornalista e coaching, Adriana Steinmetz, que apresentou vários conceitos importantes nessa área. E citou exemplos, de modo a retratar e consolidar não só as definições apresentadas, mas também apontou alguns caminhos a serem seguidos para alcançar a condição de protagonista e/ou líder de sucesso.

De acordo com a produtora rural, o líder de sucesso é aquele que consegue cativar as pessoas que estão a sua volta, assim como exercer alguma influência sobre elas. Sublinhou que o verdadeiro líder é um perito em pessoas, sabe posicionar-se por meio da expressão de seus pensamentos e ideias, sem impor suas ideias e opiniões, mas sim, dando o exemplo, de modo que os outros o venham a seguir.

Outra abordagem importante feita pela palestrante foi sobre o positivismo, ou seja, a maneira como encaramos os desafios que surgem em nossas vidas. Destacou a importância de identificarmos um propósito para a vida, a necessidade de se estabelecer um constante aperfeiçoamento técnico e pessoal. “As pessoas que buscam se destacar não podem seguir na mesma direção que a da multidão”, finalizou.




Ver mais notícias