Plano de EnsinoURI Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS

Disciplina: ANTROPOLOGIA APLICADA À MEDICINA

Código: 70-768

Carga Horária: 30 horas Teórica: 30              Prática: ---

Nº de Créditos: 02

 

1 EMENTA

Antropologia: conceituação, método e áreas de estudo. Teorias e posições antropológicas. O que é o homem, origem e dimensões fundamentais. Antropologia e saúde.

 

2 OBJETIVOS

2.1 Objetivo Geral

  • Inserir a Antropologia como disciplina que situa os conceitos de saúde e doença como fenômenos complexos que conjugam fatores biológicos, sociológicos, econômicos, ambientais e culturais além de apontar os limites da tecnologia biomédica quando se trata de melhorar permanentemente a saúde de uma população.

 

2.2 Objetivo Específico

  • Desenvolver e estimular a capacidade de análise, crítica e de ação, do estudante, em relação ao contexto social e às condições de saúde das pessoas e da interação que elas estabelecem com seu meio, com a preocupação centrada no cuidado de suas necessidades mais prementes.

 

3 CONTEÚDO CURRICULAR

  1. Antropologia: objeto de estudo, método e abrangência
  2. Correntes e posições antropológicas mais expressivas
  3. Homem: origem, diferenças dos outros seres da natureza e fim
  4. Ser humano – dimensões fundamentais: corpórea, histórica (História e Cultura Afrodescendente e Indígena), linguagem, cultural (Ser de cultura: diversidade cultural afro, indígena, das minorias), social, econômica, política, ética e metafísica
  5. Mudanças antropológicas da sociedade contemporânea
  6. Antropologia médica e da saúde

 

4 METODOLOGIA

Aulas expositivas dialogadas com material didático apresentado em mídia digital. Leitura de textos selecionados referentes ao conteúdo curricular com exigência de preparação dos textos pré aula. Integração da teoria com a prática por meio de incursões em situações reais, casos clínicos e experiências pessoais. Progressão ao longo do semestre de aulas expositivas para seminários que favoreçam a participação mais ativa dos alunos.

 

5 AVALIAÇÃO

A avaliação será diagnóstica e cognitiva. A diagnóstica será realizada com o objetivo de verificar desempenho por meio de avaliação comportamental na participação em atividades práticas, incursões na realidade e trabalhos em equipe; e cognitiva, por meio de trabalhos escritos e provas teóricas.

 

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

KOTTAK, C. Um espelho para a humanidade: uma introdução à antropologia cultural. 8a. ed. Porto Alegre: McGraw Hill, 2013.

MONDIN, Battista. O homem, quem é ele?: elementos de antropologia filosófica. São Paulo: Paulus, 2012, 2011, 1999, 1982, 1980.

RABUSKE, E. Antropologia filosófica. Petrópolis: Vozes, 2010, 2003, 1999, 1981.

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ARLT, Gerhard. Antropologia Filosófica. Petrópolis: Vozes, 2008.

BOFF, Leonardo. Saber cuidar: ética do humano: compaixão pela terra. 11. ed. Petrópolis: Vozes, 2004, 1999.

CORTELLA, Mário Sérgio. Não nascemos prontos: provocações filosóficas. 9.ed. Petrópolis: Vozes, 2012, 2009.

HELMAN, Cecil G. Cultura, saúde e doença. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2003.

SARTRE, Jean Paul. O existencialismo é um humanismo. Petrópolis: Vozes, 1978, 1970.

 

 

 

Notícias do Curso

Ver todas