Graduação URI Erechim
 

O Curso


O Curso de Farmácia da URI-Campus de Erechim objetiva formar profissionais generalistas nas diferentes áreas de atuação do farmacêutico. Mediante um currículo moderno que atende as reais necessidades do mercado de trabalho e que visa à capacitação ampla do egresso, o Curso de Farmácia da URI busca um perfil que é, ao mesmo tempo, de estudante, técnico, cientista, administrador e também de humanista capaz de agir no âmbito das Ciências Farmacêuticas.

A Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, através da resolução CNE/CES 2/2002, criou a figura do farmacêutico generalista, instituindo as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Farmácia. Atendendo a essas diretrizes, o Curso de Farmácia da URI - Campus de Erechim apresenta uma grade curricular com uma visão generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, embasado no rigor cientifico e intelectual, que permita o exercício das atividades relacionadas aos MEDICAMENTOS, às ANÁLISES CLÍNICAS e TOXICOLÓGICAS e aos ALIMENTOS, pautadas em sérios princípios éticos.
A grade curricular generalista envolve disciplinas alocadas nas seguintes estruturas: núcleo de formação geral, núcleo de concentração, núcleo especializado e núcleo livre.


Para uma melhor capacitação prática do egresso, o curso oferece atividades curriculares de estágio em diferentes semestres:

- Introdução à Farmácia e Práticas Profissionais
(1º semestre - 60 h/a)
Estrutura do curso, profissão farmacêutica e atividades de observação do profissional nas diversas áreas de sua atuação.

-
Práticas Profissionais II
(4° semestre - 30 h/a)
Projetos de Extensão Social, desenvolvidos no Curso de Farmácia.

- Programa de Extensão em Saúde Preventiva - Atenção Farmacêutica

Os alunos participam, juntamente com professores, de projetos já em andamento que envolvem Atenção Farmacêutica aos Diabéticos, à Terceira Idade, às Anemias Carenciais, à Saúde da Família, à Hipertensão Arterial, à Saúde Pública e aos Dependentes Químicos, dentre outros que estão sendo incorporados à extensão.

- Estágio Supervisionado no Âmbito Farmacêutico I 
(6º semestre - 105 h/a)
Atividades de manipulação e dispensação de medicamentos e cosméticos, na própria Instituição, em moderna Farmácia ou em Instituições parceiras.


- Estágio Supervisionado no Âmbito Farmacêutico II
(7º semestre - 105 h/a)
Atividades de manipulação e dispensação de medicamentos e cosméticos, na própria Instituição, em moderna Farmácia ou em Instituições parceiras.


- Estágio Supervisionado no Âmbito Farmacêutico III

(10º semestre - 495 h/a)
Com opção por uma das áreas de formação do profissional, tais como laboratório de análises clínicas, indústria de medicamentos ou cosméticos, indústria de alimentos e farmácias de manipulação. Quanto às Análises Clínicas, a Instituição mantém um moderno laboratório onde é realizada uma ampla variedade de exames, com pacientes oriundos de comunidades carentes de Erechim. O Curso de Farmácia da URI - Campus de Erechim mantém, além disso, uma moderna Farmácia Universitária, com programas de Atenção Farmacêutica, atividades de dispensação e assistência farmacêutica. No que se refere aos Alimentos, o Campus possui um importante Centro Tecnológico que dá suporte a outros cursos da Instituição, e que representa um grande diferencial na área.

As Práticas Profissionais, somadas às disciplinas de Estágio Supervisionado, perfazem 20% da carga horária total do curso, o que representa 705 horas/aula de atividades.

Atividades Complementares, através de Disciplinas Optativas em número de quatorze e, ainda, de estudos e práticas independentes, como monitorias, estágios não obrigatórios, programas de iniciação científica, programas de extensão e encontros, cursos e/ou jornadas acadêmicas.

O Mercado de Trabalho 

A demanda por profissionais farmacêuticos no Brasil é bastante elevada, conforme destaca a Comissão de Especialistas de Ensino de Farmácia. Embora a Lei Federal nº 5.991/73, referendada pelo Decreto nº 793/93, obrigue a presença de um farmacêutico no horário de funcionamento das farmácias, por razões diversas isto não vem acontecendo de modo satisfatório.

Sua atividade é também requerida em hospitais, onde se destaca a figura do farmacêutico hospitalar que, em realidade, atende a um preceito legal. Os laboratórios de análises clínicas são de propriedade, em sua maioria, de farmacêuticos e representam um ótimo campo de trabalho. Na área de indústria de medicamentos e cosméticos, nas universidades e institutos de pesquisa, é cada vez mais indispensável e obrigatória a presença destes profissionais.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e o Sistema Único de Saúde (SUS) utilizam em seus quadros a figura do farmacêutico e, ainda, com os progressos da Biotecnologia, esta área representa um belo campo de trabalho para os futuros profissionais farmacêuticos.

Em relação às indústrias de alimentos, compete ao futuro profissional o controle, a produção e a análise de produtos, contribuindo, dessa forma, com avanços socioeconômicos do país.

Atuação
Área de Análises Clínicas e Toxicológicas
Realização de exames laboratoriais e toxicológicos; pesquisa e extensão na área de análises clínicas e toxicológicas; gerenciamento de laboratórios de análises clínicas; planejamento e gestão em serviços farmacêuticos na área de análises clínicas; atuação como docente em farmácia bioquímica clínica; magistério superior; assessoria e consultoria em análises clínicas.

Área de Medicamentos
Atendimento farmacêutico clínico individual e coletivo; dispensação de medicamentos; pesquisa e desenvolvimento de novos fármacos, medicamentos e cosméticos; gerenciamento da produção, distribuição e comercialização de fármacos, medicamentos e equipamentos; planejamento e gestão de serviços farmacêuticos; fiscalização da produção, armazenagem e comércio de fármacos e medicamentos; ação como docente em farmácia clínica e industrial; assessoria e consultoria em indústria farmacêutica.


Área de Alimentos
Atuação em agroindústrias no acompanhamento e controle da transformação da matéria-prima alimentícia em produtos nutritivos de alta qualidade; garantia de qualidade do alimento e da saúde do consumidor; análise dos insumos e dos alimentos sob o ponto de vista químico, microbiológico e bromatológico; interpretação das transformações que ocorrem com o alimento no organismo humano; participação efetiva na obtenção da matéria-prima, transporte, recepção, conservação, processamento, elaboração de novos produtos alimentícios; cuidado na saúde do consumidor, zelando pela sua qualidade de vida; atuação como docente, magistério superior, pesquisa, assessoria e consultoria em industria alimentícia.


Notícias do Curso

Ver todas