Plano de EnsinoURI Erechim
 

PLANO DE ENSINO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIAS E CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO

Disciplina: SANEAMENTO BÁSICO APLICADO A SISTEMAS AGRÍCOLAS

Código: 38-116

Carga Horária: 60h

Créditos: 04

 

1 EMENTA

Água: conceito básico, condições de potabilidade. Sistemas urbanos e rurais de abastecimento de água. Captação de água e adução. Sistema de abastecimento e tratamento de água, urbano e rural. Reservatório, redes de distribuição. Esgotos: características. Processos de tratamento. Sistemas de esgotos sanitários. Drenagem superficial urbana e agrícola. Métodos. Estruturas de drenagem.

 

2 OBJETIVO(S)

Capacitar o aluno para projetar e executar obras ligadas ao saneamento básico, construção e operação de tanques sépticos, controle de efluentes, tratamento e condução de águas.

 

3 CONTEÚDOS CURRICULARES

Água

Conceito básico

Classificação

Características físicas, químicas e biológicas

Controle de qualidade

 

Captação e Adução

Captação de água superficial e subterrânea

Adução por gravidade e em conduto forçado

 

Sistemas De Tratamento De Água

Coagulação e floculação

Sedimentação

Filtração

Desinfecção e Fluoretação

 

Reservação

Finalidade e tipos de reservatórios

Capacidade de reservação

 

Redes De Distribuição De Água

Projeção da população

Tipos de redes

Vazão de distribuição

Métodos de dimensionamento

 

Tratamento De Esgotos Sanitários

Sistemas de esgotos sanitários

Tratamento primário

Tratamento secundário

Tratamento e disposição da fase sólida

Lagoas aeradas

Lagoas de estabilização

Filtros biológicos

Reator anaeróbio de fluxo ascendente

Tanques Sépticos

Disposições construtivas

Dimensionamento

Disposição do efluente

 

Rede Coletora De Esgotos

Tipos de rede

 Materiais e órgãos acessórios

 Critérios de dimensionamento

 Estação elevatória de esgoto

 

Drenagem Urbana

Esgoto pluvial

Bocas de lobo e galerias circulares

Determinação da vazão de dimensionamento

 

4 METODOLOGIA

A disciplina será desenvolvida através de aulas teóricas e/ou expositivas e/ou práticas (laboratórios, fazenda escola e outros), com recursos audiovisuais (vídeo, multimídia, retroprojetor,...), seminários, apresentação de trabalhos, discussões em grupos. Visitas Técnicas; Elaboração de Projetos.

 

5 AVALIAÇÃO

A avaliação será resultado de: provas escritas e/ou trabalhos práticos e/ou trabalhos extras, conforme Regimento Geral da URI, regulamentado em seus artigos 55 a 59, que prevê as normas para avaliação de rendimento escolar.

 

 

BIBLIOGRAFIA

6 BIBLIOGRAFIA BÁSICA

TELLES, Dirceu D'Alkmin. Ciclo Ambiental da Água: da chuva à gestão. Editora Blucher, 2012. 504p.

RICHTER, C. A. Água: Métodos e Tecnologia de Tratamento. 1ª ed., São Paulo:Edgard Blucher, 2009. 352p.

SPERLING, M. V. Princípios Básicos do Tratamento de Esgotos. Editora UFMG, 2009. 211p.

 

 

7 BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

TELLES, Dirceu D'Alkmin; COSTA, Regina Helena Pacca Guimarães. Reúso da Água. Editora Blicher, 2007. 308p.

PHILIPPI JR, Arlindo; GALVÃO JR., Alceu de Castro. Gestão do Saneamento Básico - Abastecimento de água e esgotamento sanitário. Manole, 2012.

ARLINDO PHILIPPI JR. Saneamento, Saúde e  Ambiente. Manole, 2004.

VON SPERLING, M. Princípios Básicos do Tratamento de Esgotos. Editora: DESA/UFMG, 1998. v2. 211p.

BRAGA, Benedito; HESPANHOL, Ivanildo; CONEJO, João G. Lotufo et al. Introdução a engenharia ambiental (2ª edição). Pearson / prentice hall.

 

Notícias do Curso

Ver todas